chá de pata de vaca -chá de pata de vaca emagrece até 17kg.

Emagrecimento Rápido

--------------------------

chá de pata de vaca.

PATA DE VACA - Bauhinia
Espécie (Bauhinia spp) nativa do Sul do Brasil, Paraguai, Argentina e Uruguai, ocorrendo nos bordos das matas. Arbusto ou árvore de até 6m de altura, ramificado, ramos flexuosos, arqueados, curvos. Folhas de até 15cm de comprimento e 14cm de largura, com base arredondada ou cordiforme. Possui flores brancas, e frutos do tipo legume de até 20cm de comprimento e 2cm de largura, reto.

INDICAÇÃO: Chá de Pata de vaca => Combate a diabetes, (para o pâncreas produzir mais insulina), reduz o colesterol, emagrecedor e diurético. Usado também para problemas no fígado, intestinos e estômago, rins, diarréias, impedindo o aparecimento de açúcar na urina, insuficiência urinária, prisão de ventre, nos casos de poliúria ou urina solta.

COMO FAZER: Coloque 2 colheres de sopa de erva para um litro de água, quando a água alcançar fervura, desligue. Tampe e deixe a solução abafada por cerca de 10 minutos. Em seguida, é só coar e beber.

--------------------------

Chá de Pata de Vaca para Diabetes.

Chá de Pata de Vaca para Diabetes
Um excelente remédio caseiro para diabetes é o chá de pata de Vaca.

Ingredientes

1 colher (sopa) de folhas de pata de vaca
1 xícara de água.
Modo de preparo

As folhas de pata de vaca devem ser adicionadas a água até serem fervidas. Após isso o chá deve se coado e está pronto para o uso. O chá deve ser bebido 3 vezes ao dia, de preferência antes das refeições.

Entre as principais propriedades da pata de vaca, de nome científico Bauhinia foticata, está a sua capacidade de controlar a glicose.

Para quem sofre de diabetes o chá dessa planta medicinal pode ser usada como complemento do tratamento, mas é importante ressaltar que o tratamento convencional não deve ser deixado de lado.

------------------------

CHÁ DE PATA DE VACA NO CONTROLE DA DIABET.

CHÁ DE PATA DE VACA NO CONTROLE DA DIABETE

Conhecimento popular em prova

A planta medicinal de origem brasileira conhecida como pata-de-vaca ou Bauhinia variegata é comumente utilizada por diabéticos para controle da glicemia na forma de chá.

Essa função disseminada pela sabedoria popular foi estudada por pesquisadores do Laboratório de Farmacologia Molecular da Universidade de Brasília (UnB) e comprovada cientificamente.

O professor Francisco de Assis Rocha Neves, coordenador do laboratório, e seu orientando Marlon Duarte da Costa verificaram em ensaios in vitro realizados com células humanas, que o extrato da planta ativa o receptor PPAR-gama, que é um potente estimulador da ação da insulina - hormônio responsável pela entrada de glicose na célula.

A má notícia para os diabéticos é que, além de facilitar a ação da insulina, o extrato da pata-de-vaca ativa outros receptores, como o do estrógeno, que pode aumentar o risco de câncer de útero e mama e o da transcrição genética, que pode alterar o funcionamento da renovação celular.

------------------------

O Chá de Pata de Vaca e o Diabetes.

O Chá de Pata de Vaca e o Diabetes
O nome científico da Pata-de-Vaca é Bauhinia variegata (L.), pertencente a família Fabaceae, subfamília Caesalpinioidea. Esta planta é originária da Ásia, mais precisamente China e Índia. No Brasil, o gênero Bauhinia ocorre desde o Piauí até o Rio Grande do Sul, nas formações florestais do complexo atlântico e nas matas de planalto. Suas flores variam de brancas, róseas, roxo-pálidas até avermelhadas. Além das possíveis propriedades medicinais (que comentarei abaixo), esta planta também é muito utilizada no paisagismo, exatamente pela grande beleza de suas flores. Quanto a origem do nome Pata-de-Vaca, vale a pena comentar que ele é devido ao formato de suas folhas, que, de alguma forma, lembram a pata de uma vaca.
Agora vem a parte difícil da coluna. Embora uma pesquisa na Internet mostre inúmeros sites que comentam as propriedades antidiabéticas da Pata-de-Vaca, a literatura científica não é tão rica assim. Talvez o fato que tenha chamado mais minha atenção é que não existe NENHUM (isso mesmo, NENHUM) estudo clínico avaliando os efeitos do Chá de Pata-de-Vaca em humanos. Os pouquíssimos estudos que temos (na verdade, são apenas 03) investigam apenas seus efeitos em ratos. Esta total ausência de estudos me deixou bem surpreso e, ao mesmo tempo, preocupado, principalmente no que se refere a segurança desta planta. Embora ela possa realmente ter algumas propriedades que ajudem a baixar os níveis de glicose (novamente, demonstradas apenas em ratos), não temos a menor idéia de quais efeitos colaterais podem estar associados ao seu uso. Da mesma forma, não temos idéia de qual a dose mínima e máxima, qual sua possível interação com outros medicamentos para o diabetes e quais outros efeitos ela teria no corpo humano.
Um dos estudos mais interessantes que encontrei foi realizado na Universidade Estadual do Norte Fluminense, em Campos dos Goytacazes (Rio de Janeiro). Neste estudo, os autores conseguiram identificar nas folhas da Pata-de-Vaca uma proteína que é estruturalmente parecida com a insulina bovina. Esta similaridade estrutural PODE fazer com que esta molécula, presente no chá, funcione parcialmente como a própria insulina produzida pelo corpo humano. Vale a pena ressaltar que, embora estes resultados sejam extremamente promissores e interessantes, eles apenas mostram que ainda temos muito o que pesquisar antes de começar a utilizá-la para o tratamento do Diabetes. Não sabemos qual a potência desta molécula, qual a dose ideal e, principalmente, qual o risco de hipoglicemia associado ao seu uso. Não sabemos também como ela é metabolizada e quais outros efeitos ela terá no corpo humano. A literatura científica sugere que esta planta pode ter outros efeitos além dos efeitos na glicose e, portanto, muita pesquisa ainda é necessária antes de indicarmos seu uso para o Diabetes ou qualquer outra doença.
Em resumo, parece que, mais uma vez, a cultura popular está correta. A Pata-de-Vaca realmente PARECE ter alguns efeitos benéficos sobre os níveis de glicose. Mas isso não indica que ela deve ser utilizada como medicamento para tratamento do diabetes, seja isoladamente seja combinada com outros medicamentos disponíveis no mercado. Esperamos que mais pesquisas sejam feitas, principalmente em humanos, para que possamos conhecer todos os detalhes desta planta e definir seu real papel no tratamento do diabetes e até mesmo de outras doenças.

-----------------------------

Emagrecer Urgente

Emagrecer Emagrecimento Dietas Emagrecedor