chá para memoria -chá para memoria CURA PODOSA.

Emagrecimento Rápido

--------------------------

chá para memoria.

ERVAS QUE PROTEGEM A MEMÓRIA

Preservar a memória é essencial para a nossa liberdade. A disputa acirrada do mercado de trabalho, a falta de estabilidade no emprego e o empobrecimento que vem com a aposentadoria são três motivos assustadores que nos obrigam a cuidar da memória já, pois, ao que tudo indica, seremos longevos e preferimos ser dependentes de nós mesmos do que delegar ao outro o gerenciamento de nossas vidas.

Quando começa-se a deixar o fogão aceso ou a chave da casa no lado de fora da porta, os familiares ou amigos próximos, por amor, são os primeiros a cercear a liberdade de quem perde o juízo. É nessa fase que muita gente perde também a casa, seus móveis, seus objetos e suas referências mais íntimas, e vai morar em um quarto familiar ou de uma clínica.

Fitoterápicos conhecidos como Smart Drugs atuam sobretudo de forma preventiva para manter íntegras a nossa capacidade de raciocínio e o nosso potencial criador. Por não serem inócuos, os fitoterápicos concentrados em cápsulas, não devem ser tomados sem o consentimento de seu médico.

Ginkgo-Biloba: um dos mais importantes tônicos medicinais naturais que intensificam a circulação e oxigenação cerebral. O extrato da folha da árvore da Ginkgo-Biloba passou por vários estudos que revelaram a sua ação positiva na capacidade cognitiva.

O extrato das folhas desta árvore oriental é rico em bioflavonóides, SOD e carotenóides. A ação conjunta de seus componentes possui potente ação antioxidante, aumenta a circulação cerebral e acelera a transmissão nervosa. Além de facilitar o aprendizado, a ginkgo-biloba trata tonteiras e labirintites associadas à deficiência de oxigenação cerebral. Dose usual do extrato (24%): 60-240mg/dia.

Ginseng coreano (Panax ginseng) e Ginseng americano (Panax quinquefolius): o ginseng coreano é o mais estimulante. O ginseng americano é mais suave e mais indicado nas convalescenças. Segundo a percepção oriental, o ginseng aumenta a vivacidade, restaura a energia Yang e ativa o nosso sistema reprodutor e criador.

Rico em flavonóides, que além de aumentarem o fluxo sangüíneo cerebral diminuem a agregação das plaquetas, evitam a formação de coágulos e microderrames, responsáveis pelos "buracos" na memória. Dose usual: 1 envelope de seu granulado (à venda em casas de produtos naturais) diluído em 1 xícara de água morna, uma vez ao dia, ou em cápsulas, 500-1000mg/dia. O chá da sua raiz pode ser preparado em decocção, 1-9 gramas/dia.

Chá verde (Camellia sinensis, Green tea): o chá verde e o chá preto vêm das folhas da mesma planta, porém são processados de forma diferente. O chá verde é o mais antioxidante e o favorito entre os orientais. Hoje associa-se o hábito deste chá com uma menor incidência de ataques cardíacos e com a maior longevidade. Entre seus componentes químicos principais destacam-se os polifenois, inclusive a quercetina, que reduzem o risco de derrames e tromboses. Contém cafeína, que beneficia a percepção, ativa o nosso estado de alerta e melhora as funções cognitivas. Dose usual: 2 xícaras ao dia, uma de manhã e outra à tarde.

--------------------------

Remédio Natural para memória – receita de chá de alecrim.

Remédio Natural para memória – receita de chá de alecrim

Para fazer a infusão acrescente uma colher de chá rasa de alecrim para uma xícara de água ou uma colher de sopa para um litro. Coloque a água para ferver , apague o fogo e jogue a erva lavada dentro. Quando amornar, está pronta para beber. Tome o chá sem açúcar , se preferir adoce com mel.

------------------------

Chá de Alecrim.

Chá de Alecrim

Ciência e Saúde
Era meu aniversário e justamente um destes dias estranhos, quando pensei, Vou tomar um chá de alecrim! Fui ao jardim e lá encontrei um viçoso pé de alecrim. Interessante é que quase todos que visitam...
Chá de alecrim! ? Alecrim ALECRIM, A ERVA DA MENTE Há dias em que se tem a impressão de se estar dentro de um espesso nevoeiro. Tudo parece monótono e difícil e o coração fica triste. É a noite escura da alma. Há dias em que se tem a impressão de se estar dentro de um espesso nevoeiro. Tudo parece monótono e difícil e o coração fica triste.

É a noite escura da alma. Era meu aniversário e justamente um destes dias estranhos, quando uma voz interior me disse:- 'Você precisa tomar chá de alecrim!' Fui ao jardim e lá estava nosso viçoso pé de alecrim.

Interessante é que quase todos que visitam nossos jardins demonstram afeição e respeito pelo alecrim. Era meu aniversário e justamente um destes dias estranhos, quando pensei : ? Vou tomar um chá de alecrim!? Fui ao jardim e lá encontrei um viçoso pé de alecrim. Interessante é que quase todos que visitam nossos jardins demonstram afeição e respeito pelo alecrim. Confesso que nunca liguei muito para ele. Mas, naquele dia, com toda reverência, colhi alguns ramos, preparei um chá e o servi em uma linda xícara.

O aroma era muito agradável e, a cada gole que bebia, senti a mente ir clareando Confesso que nunca liguei muito para ele. Mas, naquele dia, com toda reverência, colhi alguns ramos, preparei um chá e me servi em uma linda xícara. O aroma era muito agradável e, a cada gole que bebia, senti a mente ir clareando Uma sensação de bem-estar e alegria foi se espalhando pelo corpo e senti enorme felicidade no coração.

Fiquei muito impressionada com a capacidade dessa planta transmitir alegria. Aliás, o nome alecrim já lembra alegria. Resolvi pesquisar a respeito e - veja só que maravilha Uma sensação de bem-estar e alegria foi se espalhando pelo corpo e senti a sensação de enorme felicidade . Fiquei muito impressionada com a capa- cidade dessa planta transmitir alegria. Aliás, o nome alecrim já lembra alegria. Resolvi pesquisar a respeito e veja só que maravilha.

O alecrim - Rosmarinos officinalis, planta nativa da região mediterrânea - foi muito apreciado na Idade Média e no Renascimento, aparecendo em várias fórmulas, inclusive a 'Água da Rainha da Hungria', famosa solução rejuvenescedora. Elizabeth da Hungria recebeu, aos 72 anos, a receita de um anjo (um monge?) quando estava paralítica e sofria de gota.

O alecrim - Rosmarinos officinalis, planta nativa da região mediterrânea - foi muito apreciada na Idade Média e no Renascimen- to, aparecendo em várias fórmulas, inclusive a 'Água da Rainha da Hungria', famosa solu- ção rejuvenescedora. Elizabeth da Hungria recebeu, aos 72 anos, a receita de um anjo (um monge?) quando estava paralítica e sofria de gota. Com o uso do preparado, recobrou a saúde, a beleza e a alegria.

O rei da Polônia chegou a pedi-la em casamento! Madame de Sévigné recomendava água de alecrim contra a tristeza, para recuperar a alegria. Rudolf Steiner afirmava que o alecrim é, acima de tudo, uma planta calorífera que fortalece o centro vital e age em todo o organismo. Com o uso do preparado, recobrou a saú- de, a beleza e a alegria.

------------------------

PLANTAS MEDICINAIS.

PLANTAS MEDICINAIS

Lugar de farmácia é na cozinha. Verdade! Muitos dos alimentos que consumimos diariamente podem ajudar a prevenir doenças. Temperinhos como salsa, orégano e manjericão, por exemplo, são ótimos digestivos e combatem os gases intestinais. No uso cotidiano, as plantas medicinais não chegam a curar nenhum mal, mas têm lá o seu valor profilático. "Nas refeições, fazem muito bem à saúde. Agora, como medicamento, só devem ser usadas com acompanhamento médico", aconselha o clínico geral Alex Botsaris.

Quando não usadas corretamente, existem mesmo muitas plantas que podem fazer mal. O confrei, por exemplo, é um ótimo cicatrizante se aplicado sobre o machucado, mas não deve ser ingerido. "Ele pode causar sérios danos ao fígado", alerta o médico. Já fitoterápicos que funcionam como laxante ou estimulante devem ser usados esporadicamente. O guaraná e outras plantas que contenham cafeína, quando consumidas com freqüência, levam à insônia e causam irritabilidade e gastrite.

Por essas e outras que o médico recomenda um passeio pelo Jardim Botânico, para conhecer a Trilha de Plantas Medicinais, com mais de três quilômetros. Há um ano e meio Alex vem trabalhando na catalogação das espécies que existem por lá - o projeto é uma parceria do parque com a empresa Flora Medicinal. Já foram identificadas 150 plantas, e 28 delas estão no mapa-guia distribuído gratuitamente aos visitantes.

São espécies consagradas na medicina popular, como a romã, a pitanga e o tamarindo e outras menos conhecidas, como a cola medicinal, redutora do colesterol, e a andiroba, usada como repelente de insetos e para tratar doenças de pele. "É uma boa chance de passar um dia agradável e, de quebra, conhecer as propriedades dessas plantas. Uma verdadeira aula de fitoterapia", diz o médico.

Em casa - Algumas espécies podem ser cultivadas em casa. "Mas o plantio para fins terapêuticos requer cuidados especiais", diz Alex. Solo, água e canteiro específico são alguns dos pontos que devem ser levados em consideração. O ideal é que se tenha, pelo menos, uma área de 20 metros quadrados para o plano. Convém também pedir a um especialista a análise do solo.

"O solo não deve ser carente de elementos essenciais, como nitrogênio, cálcio, fósforo, enxofre e potássio, que podem ser repostos com boa adubação", diz o médico. Consultar um especialista também é importante para saber qual o momento ideal para a colheita.

A seguir, algumas plantas medicinais e suas propriedades:

Pariparoba - Tem propriedades diuréticas, emolientes e tônicas. O chá das folhas ajuda a tratar afecções das vias urinárias, gástricas e hepáticas. As sementes secas e trituradas, misturadas com óleo de linhaça, auxiliam no tratamento de abcessos e furúnculos.

Mangueira - A casca cozida combate cólicas. Das folhas e frutos é possível fazer um xarope contra tosse e bronquite. Também tem indicações antidiarréicas, anti-sépticas, balsâmicas e diuréticas.

Cravo - Protege o aparelho digestivo e age como antifúngico, anestésico local e anti-séptico.

Chapéu de couro - Fonte de vitamina, a planta é usada no tratamento de arteriosclerose, gota, reumatismo, cálculos renais e desnutrição.

Gengibre - Ótimo para acabar com as enxaquecas e pode ser usado não só durante a crise, mas como preventivo. Outra aplicação é o combate a enjôos e náuseas. Gargarejo de chá de gengibre controla inflamações da garganta.

Jaborandi - É um ótimo tônico capilar. O uso intenso só deve ser feito mediante recomendação médica.

Hortelã - Indicado no combate a parasitas do intestino. Também ajuda a baixar a febre e diminui a tosse.

Abacateiro - O chá feito com as suas folhas ajuda a combater gases intestinais e afecções renais. Tem também ação antibacteriana, depressora do sistema respiratório e hipoglicemiante.

Cânfora - Ótimo analgésico, a planta serve também como anestésico local, antifúngico, cardiotônico.

Ipê-roxo - Tem função antiinfecciosa, imunoestimulante.

Coentro - Estimula as funções digestivas e combate os gases intestinais.

Salsa - Indicada como digestivo, também ajuda a combater gases intestinais.

Cajá - A casca ajuda a debelar diarréias. O fruto combate certas doenças do coração. Age como antibiótico, antifúngico, antiviral, estimulante uterino, relaxante da musculatura lisa.

Carqueja - Trata com eficiência as diarréias e combate os efeitos nocivos do álcool no organismo.

Lótus - A raiz funciona como ótimo expectorante. Na medicina chinesa a planta é usada como antihemorrágico.

-----------------------------

Emagrecer Urgente

Emagrecer Emagrecimento Dietas Emagrecedor