Dieta branda -Dieta branda emagrece até 17kg.

Emagrecimento Rápido

--------------------------

Dieta branda.

Características

Dieta em que há a necessidade de abrandar os alimentos para sua melhor aceitação. Seus outros destaques são:

- Alimentos com consistência macia pela cocção.
- Devido sua consistência atenuada, possui menor quantidade de resíduos.
- Não há diferenças significativas quanto ao teor calórico e nutricional em relação à dieta normal. Em média oferece 2.000kcal/dia em um fracionamento de 6 refeições/dia.
- Pode ser usada como transição entre a dieta pastosa e a dieta geral.

b) Indicações

- Transição entre dietas líquidas e normais.
- Alguns pós-operatórios.
- Situações onde a motilidade gástrica e ação química do trato digestivo está debilitada, como gastrite ou úlcera.
- Dificuldades de mastigar e/ou deglutir.
- Dieta com mínimo de fibras e quantidade moderada de resíduos.

--------------------------

Quais são as dietas orais hospitalares normais e suas características?

Quais são as dietas orais hospitalares normais e suas características?

As dietas orais hospitalares recebem diferentes classificações para atender às necessidades individuais de cada paciente. Dividem-se em normais, modificadas e especiais. As dietas normais, por sua vez, classificam-se em: geral, branda, leve, líquida, pastosa, papa I e II.
A dieta geral é indicada para pacientes que não têm restrição de nutrientes, por isso a quantidade de macronutrientes (carboidratos, proteínas e lipídeos) é normal, ou seja, normoglicídica, normoprotéica e normolipídica.
A dieta branda é utilizada tanto para pacientes com problemas mecânicos de mastigação e deglutição quanto para facilitar a digestão de pacientes no período pós-operatório ou pode ser recomendada como transição para a dieta geral. Portanto, a dieta branda é idêntica à geral em relação à distribuição dos macronutrientes, sendo normoglicídica, normoprotéica, normolipídica. Porém, a consistência da dieta é mais macia. São permitidos pedaços de legumes, vegetais, carnes, não sendo obrigatório que o alimento seja triturado ou moído. São evitadas frituras e condimentos fortes.
A dieta leve é usada em casos de pacientes com problemas mecânicos de mastigação, naqueles que apresentam função gastrintestinal moderadamente alterada, no preparo de exames, cirurgias e nos períodos pré e pós-operatório. Portanto, sua consistência deve ser semilíquida, além de hiperglicídica, normoprotéica e hipolipídica. Como pode ocorrer deficiência de nutrientes com seu uso prolongado, podendo levar à desnutrição, essa dieta é usada por períodos curtos.
A dieta líquida é necessária quando há restrição na função digestiva, problemas mecânicos de mastigação e deglutição, no preparo para exames e no pré e pós-operatório. Também é utilizada por curtos períodos. Sua consistência é líquida, hiperglicídica, normoprotéica e hipolipídica, sendo de baixo teor calórico e de fácil absorção.
A dieta pastosa é indicada para pacientes com dificuldade de deglutição, digestão, que necessitem de repouso gastrintestinal e em alguns pós-operatórios. A consistência da dieta é abrandada pela cocção e processos mecânicos, com alimentos moídos, liquidificados, em formas de purês. A composição deve ser normoglicídica, normoprotéica e normolipídica. A papa I é utilizada para pacientes idosos, naqueles com dificuldade de deglutição, estreitamento esofágico e nos períodos pré e pós-operatório de esôfago ou otorrinolaringologia. É semelhante à dieta líquida, porém é hiperprotéica. A papa II é indicada para pacientes idosos, com dificuldade de deglutição, no período pós-operatório de cabeça e pescoço, em alterações neurológicas e em risco respiratório. É semelhante à dieta leve, porém é hiperprotéica.

Veja: Quais são as dietas orais hospitalares modificadas e suas características?

------------------------

DIETA BRANDA (O QUE MUDOU?)

DIETA BRANDA (O QUE MUDOU?)

-Pode manter os alimentos anteriores a esta dieta, porém algumas mudanças foram acrescentadas

-Usar uma colher de chá de oleo de canola no almoço e outra no jantar

-Pode comer arroz (substituições: macarrão tipo argolinha, batata, inhame e aipim)

- Pode comer feijão com caroço

-Pode comer pão (1 fatia de pão de forma sem casca OU 1 biscoito cream cracker OU 1 biscoito água e sal OU 1 torrada OU pão pequeno macio)

-Além do queijo minas (que já podia na dieta pastosa, mas amassado, agora pode comer a fatia inteira), pode comer requeijão light OU geléia diet.

-A fruta já não precisa amassar

-Quantidade de líquido: 100 a 150 ml por vez

Já mudou bastante! Agora estou comendo "quase" normal, rsrsrsrs!
Sinto muita saudade de comer saladas com alimentos crus (cenoura ralada, repolho, couve, brócolis, etc) mas ainda não pode.

Prometi visitar os blogs até Domingo passado e não cumpri! Então, vou começar agora!

------------------------

Dieta Branda Isenta.

Dieta Branda Isenta
Por Francine Prass Hatem. Visualizada 24791 vezes.
Isenta de:

- frituras;

- temperos picantes;

- hortaliças e frutas cruas;

- flatulentos (grão de feijão, couve, couve-flor, brócolis, cebola crua, batata-doce).
» Características da Dieta Branda
» Exemplo de cardápio
» Dieta Branda

-----------------------------

Dieta branda.

Dieta branda

A dieta branda é recomendada em muitas situações, incluindo alguns tipos de disfalgia (dificuldade de engolir), cirurgia envolvendo a mandíbula, boca ou trato grastrointestinal, e dor decorrente de aparelhos dentais novos.

Dieta branda pode incluir muitos alimentos amassados combinados com molhos, ou cozinhados como sopas ou ensopados.

Em algumas situações, há restrições adicionais. Por exemplo, pacientes que precisam evitar refluxo excessivo, como aqueles se recuperando de cirurgia no esôfago para acalasia, são instruídos para evitar alimentos que podem agravar o refluxo, como ketchup e produtos com tomate, frutas cítricas, chocolate, menta, alimentos apimentados, álcool, e cafeína.

Muitos dos alimentos listados aqui podem ser adaptados para uma dieta completamente líquida ao processá-los em liquidificador com um líquido solvente apropriado, como suco de frutas ou de verduras, ou leite.

Grãos/amidos:
* Batata amassada, sem casca, com cream cheeese.
* Cereal matinal amaciado com leite.
* Cereais cozinhados quentes, como aveia, mingau, creme de trigo, creme de arroz.
* Cuscuz.
* Lasanha com molho extra.
* Macarrão com queijo cozinhado macio
* Purê de batata com molho.
* Purê de batatas doces.
* Panquecas, waffles, muffins,
* Massas cozinhadas macias.
* Salada de batata, massada
* Quinoa
* Arroz cozinhado macio.
* Risoto

Proteínas:
* Feijões cozidos, ligeiramente amassados.
* Atum ou frango em lata.
* Salada de frango ou de atum,
* Queijo cottage.
* Ovos mexidos.
* Peixe cozinhado macio.
* Pão de carne, almôndega.
* Manteiga de amendoim.
* Tofu.
* Iogurte.

Frutas e verduras:
* Purê de maçã.
* Banana, amassada se preciso.
* Abacate.
* Creme de espinafre.
* Creme de milho.
* Suco de fruta.
* Melancia, mamão, melão.
* Laranja.
* Pêra sem casca.
* Sopa com verduras cozidas macias.
* Suco de verduras como tomate ou cenoura.
* Verduras cozinhadas macias, amassadas ou como purê.

Sobremesas:
* Bolo amaciado com leite ou sorvete.
* Cheesecake.
* Torta.
* Creme.
* Somoothies de frutas.
* Gelatina.
* Sorvete.
* Frozen de iogurte.
* Milkshake.
* Mousse.
* Pudim.

------------------------------

Emagrecer Urgente

Emagrecer Emagrecimento Dietas Emagrecedor