Dieta do sangue o negativo -Dieta do sangue o negativo emagrece 17kg.

Emagrecimento Rápido

--------------------------

Dieta do sangue o negativo.

Alimentação Funcional
Alimentação Infantil
Bem-Estar e Saúde
Ciência e Tecnologia
No Trabalho
O que vem por aí
Para sua diversão
Para sua idade
Pelo Mundo
Quiz
Testes
Enviar para os Amigos Imprimir A A
O que vem por aí
Descubra o melhor alimento de acordo com seu tipo sanguineo
Dieta pode ajudar na prevenção de doenças e no aumento do bem-estar
Carregando...

PlayFoto AnteriorPróxima Foto1 de 6

Os melhores alimentos para consumo não estão no cardápio do restaurante da esquina, porém, mais próximo ainda do que você pode imaginar: corre nas veias. A dieta do tipo sanguineo se baseia na genética, analisando o sangue do indivíduo para verificar a comida que melhor se adapta ao organismo da pessoa.

Os alimentos contêm uma substância chamada lectina protéica. Dependendo do tipo de sangue (A, B, O ou AB), as interações com a lectina presente em determinado item do prato são capazes de ocorrer de maneira positiva ou negativa, dentro do corpo. De acordo com Emília Pinheiro, terapeuta ortomolecular e especialista na dieta, a carne de frango, por exemplo, potencializa ataques ao sistema imunológico em indivíduos com sangue do tipo B.

Não é que uma pessoa nessa condição deixará de comer carne de frango. O consumo é que deverá ser realizado com maior cuidado. Principalmente se o funcionamento do organismo estiver em desequilíbrio. "Não se trata de uma dieta da moda", diz Emília. "É uma adequação do cardápio ao perfil biológico de cada um".

A dieta, aliás, não é direcionada apenas às pessoas que desejam perder peso, já que a reeducação alimentar de acordo com o tipo de sangue ajuda na prevenção de doenças e no bem-estar. Há casos de perda de peso apenas com a liberação de toxinas, expulsando do corpo o que estava fazendo mal.

Confira as dicas da especialista, autora do livro "Dieta pelo Tipo Metabólico e Sanguíneo", sobre os alimentos e os hábitos que mais se adaptam a seu tipo de sangue. O fator RH, que indica ser o sangue A positivo ou negativo, por exemplo, em geral, não interfere na alimentação. Cada tipo de sangue é compatível com uma lista que inclui mais de 300 alimentos.

Sangue tipo O: reage melhor ao estresse com intensa atividade física, como corrida e aulas de boxe na academia. Tem maior facilidade para permanecer magro. A carne vermelha ativa o metabolismo e atua na queima de gordura, ajudando a perder peso. Outro alimento interessante são as algas marinhas, que suprem a baixa produção de iodo.

Sangue tipo A: o efeito da carne vermelha é oposto ao do sangue tipo O. Reage melhor ao estresse em atividades mais tranquilas, como yoga, tai shi shuan e musicoterapia. Natação também é uma boa sugestão. O organismo demanda menos atividade física do que nos outros tipos de sangue. Alimentos: todos os feitos de soja.

Sangue tipo B: sistema imunológico forte. Para combater o estresse, reage melhor equilibrando atividades físicas e mentais. Devem comer menor quantidade de carne, priorizando opções como fígado de boi e laticínios pobres em gordura.

Sangue tipo AB: é o que menos predomina na população. Entre os alimentos mais recomendados, tofu, frutos do mar e laticínios pobres em gordura. Na luta contra o estresse, é bom combinar exercícios físicos com atividades criativas, como pintura e leitura.

--------------------------

Sangue e boa forma.

Sangue e boa forma

O tipo sangüíneo pode ser a chave para uma vida mais saudável

por Redação Gambare!
09.03.2007
Você e seu sangue
Heloísa Bernardes
146 páginas
Disponivel nas lojas de produtos brasileirosTodo mundo tem, mas só pensamos nele em situações distintas. Se o corpo humano fosse um carro, o sangue seria o óleo que mantém tudo funcionando. Do motor do coração ao pára-brisados olhos.

Nosso sangue contém milhares de anos de memória genética, sendo que os cientistas tentam até hoje desvendar todos os códigos que herdamos dos nossos ancestrais. A cultura japonesa, por exemplo, tem uma forte relação com o sangue. Tanto que costuma-se determinar a personalidade de uma pessoa conforme a combinação de tipo A, B, AB ou O, com as variações de Rh positivo ou negativo.

Segundo a professora Heloísa Bernardes, de tão importante, dentro do tipo sangüíneo de cada um pode estar o segredo para o bem-estar e a vida saudável das pessoas.

Terapeuta molecular, ela publicou um livro específico para gerenciar a saúde usando um método inovador. O best seller Você e seu Sangue (HLB Editora) mostra que, para ter um corpo em forma, é necessário dar o alimento mais adeqüado para cada tipo de sangue.

O fator sangüíneo determina a suscetibilidade às doenças, a relação de alimentos que se devem comer e quais os exercícios mais apropriados.

É o que diz o naturopata (ciência que estuda a relação do equilíbrio do corpo com os meios de cura dos pacientes) norte-americano Peter D"Adamo, que popularizou uma dieta baseada no tipo de sangue. "O tipo sangüíneo é a chave que abre a porta para os mistérios da saúde", menciona em um de seus trabalhos médicos.

Gambare! selecionou algumas dicas da obra da doutora Heloísa que mostram: uma vida saudável começa em fornecer ao nosso corpo aquilo que ele realmente necessita.

Tipo A: O cultivador

As pessoas de sangue tipo A se dão bem com alimentação vegetariana, têm aparelho digestivo delicado e sistema imunológico tolerante. Sedentários, superam melhor o estresse com atividades relaxantes. Quem tem sangue A é biologicamente predisposto a diabetes, câncer e doenças do coração. São fatores de risco.

Estes males não precisam, necessariamente, ser seu destino. Uma alimentação rica em vegetais fortalecerá seu sistema imunológico, podendo interromper o desenvolvimento dessas doenças.

Um aspecto positivo de sua herança genética é sua habilidade para utilizar o melhor que a natureza tem para oferecer. Seu desafio será reaprender o que seu sangue já sabe.

Personalidade
O tipo A acostumou-se, originalmente, a lidar com populações densamente concentradas e com o estresse de um estilo de vida urbano, sedentário, porém intenso. Os indivíduos de fator A são inteligentes, sensíveis, apaixonados e muito espertos. Eles refreiam a ansiedade tentando se ajustar aos outros, mas, quando, explodem, cuidado! Os ex-presidentes norte-americanos Lyndon Johnson, Richard Nixon e Jimmy Carter eram todos do tipo A.

Estresse
Pessoas com sangue A reagem à primeira fase do estresse – o alarme – intelectualmente. Quando os sinais de estresse atingem seu sistema imunológico, elas se tornam mais fracas. Se você é desse tipo, adote técnicas relaxantes como ioga ou meditação e obterá grandes benefícios.

Dica de receita adequada
Pasta de tofu

Uma xícara (chá) de tofu amassado
Uma xícara (chá) de iogurte desnatado puro
Uma colher (sopa) de azeite de oliva
Suco de limão
Duas colheres (sopa) de cebolinha verde picada
Alho e sal para temperar

Coloque o tofu, o iogurte, o azeite de oliva e o suco de limão no liqüidificador e bata em alta velocidade até ficar macio. Acrescente a cebolinha e os temperos. Despeje em uma tigela e ponha na geladeira. Se ficar muito espesso, para misturar bem, acrescente algumas gotas de água. Sirva a pasta de tofu em uma tigela de vidro, no centro de uma travessa de verduras frescas.

Tipo B: O criativo

Equilibrado, imunologicamente forte, o tipo B permite opções dietéticas mais flexíveis; é consumidor de laticínios, reage ao estresse com criatividade e requer um equilíbrio entre as atividades física e a mental para permanecer magro e forte.

O fator B possui características únicas. Em geral, os que têm esse tipo são capazes de resistir a muitas doenças graves comuns da vida moderna, como as do coração e o câncer. Mesmo quando eles contraem esses males, possuem maior capacidade de suportá-los.

Contudo, seus sistemas parecem mais vulneráveis a disfunções raras do sistema imunológico, como a esclerose múltipla, o lópus e a síndrome da fadiga crônica.

Personalidade
Os organismos de tipo B são mais flexíveis e menos vulneráveis a muitas doenças comuns aos demais tipos. Eles possuem alguns elementos favoráveis à atividade mental mais agitada em relação aos de tipo A e a reação puramente física de tipo O. Quanto ao relacionamento, são os que se harmonizam mais facilmente com outras pessoas.

Estresse
Você enfrenta o estresse muito bem, na maioria das vezes. Os organismos de tipo B se dão bem com exercícios que não sejam muito intensos aerobicamente nem voltados apenas ao relaxamento mental.

O equilíbrio, para a maioria dos indivíduos de fator B, consiste em atividades moderadas que envolvam outras pessoas, como artes marciais menos agressivas, tênis e exercícios aeróbicos.

Dica de receita adequada
Moqueca de peixe (quatro porções)

Um quilo de badejo ou namorado
Dois limões
1/2 pimentão verde e 1/2 pimentão vermelho
1/2 xícara (chá) de azeite de dendê
Sal e pimenta vermelha em pó a gosto

Deixe as fatias de peixe banhadas em limão, sal e pimenta durante algumas horas. Depois, coloque-as em uma panela de barro, alternando o peixe com os pimentões cortados em tiras.
Ponha algumas folhinhas de coentro, se desejar. Despeje meio copo de água na panela e regue com o dendê, deixando cozinhar em fogo brando. Em vez de mexer, sacuda a panela de vez em quando. Sirva com arroz.

Tipo O: O caçador

A pessoa de tipo O tem aparelho digestivo forte e sistema imunológico superativo. Além disso, ele reage melhor ao estresse com intensa atividade física. A alimentação rica em proteínas e as enormes demandas físicas do sistema dos primitivos seres humanos de fator O provavelmente mantiveram a maioria deles em um brando estado de cetose – condição em que a pessoa fica mais ácida. Por outro lado, as pessoas de tipo O não digerem tão facilmente os laticínios e grãos quanto as demais, porque seu sistema digestivo ainda não está plenamente adaptado a eles.

Personalidade
Toda pessoa de sangue tipo O possui uma memória genética de força, resistência, autoconfiança, ousadia e intuição, além de um otimismo nato. As qualidades de liderança próprias do fator O – força, certeza e poder – são combinadas com uma boa saúde e otimismo. Al Capone era desse tipo e é um exemplo de liderança levada ao extremo. Acompanham-no o ex-presidente da União Soviética, Mikhail Gorbatchev, a rainha britânica, Elizabeth II e seu filho, o príncipe Charles.

Estresse
O tipo O tem capacidade de liberar forças hormonais por meio de vigorosos e intensas atividades físicas. Seu organismo está bem adaptado para isso. As pessoas do tipo O que desejam perder peso devem praticar exercícios intensos.

Dica de receita adequada
Salmão marinado (quatro porções)

500 gramas de filé de salmão
Alecrim, estragão, salsa e sal a gosto
Uma xícara (chá) de molho de limão com alho
Quatro xícaras (chá) de abobrinha cozida cortada em rodelas
Duas maçãs
Corte o salmão em quatro filés. Esfregue bem as ervas e o molho nos filés e, em seguida, unte-os com o azeite.
Grelhe durante dez minutos, virando e regando duas vezes. Enfeite com rodelas de limão e ramos de salsa.

Tipo AB: O moderno

A pessoa de sangue tipo AB reage melhor ao estresse, espiritualmente, com vivacidade física e energia criativa.

O sangue fator AB tem menos de mil anos de existência, é raro (2% a 5% da população mundial) e biologicamente complexo. Vários antígenos fazem com que o AB, às vezes, seja semelhante ao A, outras ao B, e outras parecem uma fusão de ambos.

Essa multiplicidade de qualidades pode ser positiva ou negativa, dependendo das circunstâncias. Por isso, antes de adotar a alimentação do tipo AB, é aconselhável que você se familiarize com as alimentações dos fatores A e B e entenda melhor seus parâmetros. A maior parte dos alimentos que são contra-indicados para os tipos A e B provavelmente serão prejudiciais também ao fator AB – embora haja exceções.

Personalidade
Pessoas de tipo AB gostam de se gabar de que Jesus Cristo teria esse fator sangüíneo, conforme teste feitos no Sudário de Turim – idéia instigante, pois Jesus viveu mil anos antes de surgir o tipo AB. A pessoa com esse sangue não se preocupa com detalhes e tem uma natureza excêntrica, que aceita todos os aspectos da vida sem estar particularmente consciente das consequências.

Estresse
O tai chi chuan (ou tai chi) é um exercício que aumenta a flexibilidade do movimento corporal.

A ioga também é benéfica para o padrão de estresse do tipo AB. Ela combina a retidão interior com postura e controle respiratório destinados a permitir concentração total, sem distrações com as preocupações do cotidiano. Mesmo que você realize mais exercícios aeróbicos durante a semana, tente integrar as práticas de relaxamento à rotina.

Dica de receita adequada
Papo-de-anjo (20 unidades)

Quatro gemas
Um ovo inteiro

Calda:
Três xicaras (chá) de açúcar ou frutose
Quatro xícaras (chá) de água
Uma colher (chá) de essência de baunilha
Bata as gemas com o ovo inteiro por 15 minutos, até obter uma massa leve e fofa. Despeje em formas de empada untadas com margarina light. Asse em banho-maria em forno médio durante 15 a 20 minutos.

Calda: Dissolva o açúcar na água e leve ao fogo até obter uma calda rala. Acrescente a essência de baunilha, coloque em uma compoteira e mergulhe um a um os papos-de-anjo previamente perfurados em alguns pontos com um palito. Deixe embeber bem a calda e sir va gelado.

Os melhores tipos de alimentos

A

Vantagens
- Adapta-se bem a mudanças de dieta e de ambiente
- Seu sistema imunológico preserva e metaboliza os nutrientes mais facilmente

Fraquezas
- Aparelho digestivo sensível
- Sistema imunológico vulnerável, frágil à invasão de micróbios

Alimentos benéficos
Peru, salmão vermelho, azeite de oliva, abóbora, abacaxi, chá verde, molho de soja

Alimentos neutros
Atum, arroz branco, morango, chocolate, vinho branco, beterraba, mussarela, nozes

Alimentos prejudiciais
Farinha de trigo, laranja, chá preto, manga, queijo cremoso, carne de porco, ostra

B

Vantagens
- Adapta-se bem a mudanças de dieta e de ambiente
- Seu sistema imunológico preserva e metaboliza os nutrientes mais facilmente

Fraquezas
- Aparelho digestivo sensível
- Sistema imunológico vulnerável, frágil à invasão de micróbios

Alimentos benéficos
Verduras, carnes, peixes, ovos, laticínios, inhame, castanha-do-pará, brócolis

Alimentos neutros
Carne de boi, parmesão, granola, pão preto de centeio, arroz integral, acelga

Alimentos prejudiciais
Bacon, polvo, óleo de milho, grão-de-bico, ketchup, pimenta-do-reino em pó

O

Vantagens
- Aparelho digestivo forte
- Sistema imunológico com boas defesas naturais
- Sistema programado para ter metabolismo eficaz e preservar os nutrientes

Fraquezas
- Intolerância a novos alimentos
O sistema imunológico pode ser excessivamente ativo, a ponto de atacar a si mesmo

Alimentos benéficos
Badejo, carne de carneiro, sardinha, ameixa preta, ervilha, salsa, gengibre, algas

Alimentos neutros
Frango, camarão, lagosta, óleo de canola, agrião, camomila

Alimentos prejudiciais
Presunto, provolone, lentilhas, berinjela, abacate, melão, licor destilado, chá preto

AB

Vantagens
- Adaptado para a correria moderna
- Sistema imunológico altamente tolerante
- Combina os benefícios dos tipos A e B

Fraquezas
- Aparelho digestivo sensível
- Sistema imunológico tolerante o que permite a invasão de micróbios Reage negativamente às doenças que têm afinidades com fatores A e B

Alimentos benéficos
Bacalhau, ricota, azeite de oliva, couve-flor, ameixa, missô, café (com ou sem cafeína)

Alimentos neutros
Arenque em conserva, leite de soja, parmesão, óleo de fígado de bacalhau, pão preto de centeio, espinafre

Alimentos prejudiciais
Lagosta, óleo de girassol, grão-de-bico, azeitona preta, vinagre, molho inglês, banana

------------------------

DIETA DO SANGUE PARTE II - PARA CLARET E OUTROS AMIGOS!

DIETA DO SANGUE PARTE II - PARA CLARET E OUTROS AMIGOS!
Completando algumas informações já postadas na sexta-feira sobre a DIETA DO SANGUE, e atendendo minha amiga do Orkut - Claret Nogueira, apresento abaixo uma descrição mais completa da Dieta - ainda sem comprovação por algumas áreas científicas - mas muito utilizada para emagrecimento e melhora de algumas doenças genéticas e a saúde em geral!
As melhores fontes são o livro mencionado abaixo do Dr.D'Adamo - A DIETA ESTÁ NO SEU SANGUE ( o preço é aproximadamente R$ 20,00 na internet) e o e-mail de Eva Hermman – naturopata especializada na Dieta do Sangue: spaurbano@pop.com.br
Vou continuar as postagens com soja e outros produtos naturais recomendados nestas e em outras dietas! Um beijão, aproveite a postagem se for útil Claret e todos os amigos!!

Você acredita na dieta do tipo sanguíneo?

No livro, o autor Peter D´Adamo pretende persuadir os leitores de que cada tipo sangüíneo reage melhor a certos tipos de alimentos e absorve mal outros.
Por exemplo, os organismos do tipo A seriam vegetarianos e não reagem bem ao consumo de carne.
E afirma também que certas doenças, principalmente gastroenterológicas, são causadas por contrariar essa tendência natural dos tipos sangüíneos.
Uma das justificativas para a teoria se baseia em estudos antropológicos sobre a evolução humana. Pesquisas sugerem que os diferentes tipos sangüíneos surgiram como adaptações do organismo às mudanças nos estilos de vida, desde a sociedade da caça até os agricultores, pastores e comerciantes.

O primeiro tipo sangüíneo existente era o tipo O, do homem nômade e caçador.
Por isso, o Dr. D'Adamo sugere que pessoas com esse tipo sangüíneo adaptam-se melhor às carnes e laticínios, assim como fizeram seus antepassados caçadores.

Ao se tornar sedentário e agricultor, alguns homens sofreram mutação e deram origem ao alelo do tipo sangüíneo A. Conclui-se, portanto, que os vegetais simbolizam a melhor forma de alimentação dos que apresentam tipo sangüíneo A.

O gene do tipo B seria uma adaptação à alimentação e à vida nas cidades, em que o escambo predominava.

Para os indivíduos desse tipo, assim como o tipo AB, haveria uma combinação de alimentos entre carnes e vegetais, os quais aproveitariam melhor. Além dessas evidências antropológicas, o Dr. D'Adamo, continuando o trabalho de seu pai, alega que acompanhou as reações químicas de assimilação dos nutrientes no sangue.
E apresenta também estudos psicológicos que associam diferenças de comportamento ao tipo sangüíneo. A idéia, aparentemente, é única e revolucionária. Mas há muitos questionamentos, inclusive de quem pratica a dieta.
Por exemplo, para cada tipo sangüíneo, herdamos dois genes alelos: um do pai e outro da mãe. Algumas vezes, os alelos exercem os papéis dominante e recessivo.
Por exemplo, os tipos sangüíneos AO e BO, são variações dos tipos sangüíneos A e B, em que o alelo O torna-se recessivo. Assim como existem os que herdam dois alelos A, formando o sangue AA, outra variação do tipo A.
No caso do sangue O, tanto pai quanto mãe doaram ao filho o alelo O. Essas importantes peculiaridades não foram consideradas pelo Dr. D'Adamo em seu livro, mas são ponderadas nas dietas recomendadas pelo Dr. Sérgio Teixeira, homeopata, revisor da edição brasileira do livro do Dr. D'Adamo e autor de "A Dieta Está no seu Sangue", também pela Campus.
E não é só isso. O próprio Sérgio questiona se certas informações reveladas nos livros não seriam precipitadas. "O primeiro livro do Dr. D'Adamo apresenta a soja como benéfica para pessoas do tipo B. No último, ele já a mostra como nociva", contesta.
Por essas e outras, apesar de todo esse alarde em torno do livro, ainda é cedo para receber o respaldo da comunidade científica. "É preciso maior comprovação científica para que possa se confirmar um estudo novo", afirma o presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia, Dr. Amélio de Godoy Matos, por intermédio da assessoria de imprensa.

------------------------

O QUE É A DIETA DO SANGUE!!.

O QUE É A DIETA DO SANGUE!!
"A Dieta do Sangue se baseia nos costumes e hábitos alimentares da espécie humana. Há 40 mil anos, o ancestral do homem vivia da caça e da coleta de frutas. Seu sangue era do tipo O. Quando uma mudança genética gerou o grupo A, há 25 mil anos, a agricultura já fornecia grãos e cereais à dieta humana. O tipo B (15 mil anos) originou-se entre tribos que já tiravam leite de animais. Já o sangue AB, mais recente (3 mil anos), combinava vários aspectos de seus antecessores. Essas características definem o que comer, o que evitar e como se excercitar de maneira correta, como mostro abaixo:

TIPOS SANGUÍNEOS E ESPECIFICAÇÕES:
Tipo O
O que comer: carnes de caça, de vaca, fígado, aves, frutos do mar, peixes, brócolis, espinafre e frutas.
O que evitar: trigo (pães, germe, farelo), leite e derivados, lentilha, milho, couve-flor e repolho. Exercício ideal: exercícios aeróbicos vigorosos (corrida, caminhada em ritmo acelerado, natação, ciclismo, step, ginástica aeróbica, dança)

Tipo A
O que comer: verduras, alimentos à base de soja, peixes, aves, cereais, frutas (especialmente abacaxi)
O que evitar: carnes vermelhas, leite e derivados, feijões (Nâo sou muito fã de carnes vermelhas, nem de feijão, mas não dá pra viver sem leite e derivados)
Exercício ideal: atividades relaxantes, que facilitam a concentração, como ioga, hidroginástica e caminhadas leves, três vezes por semana, de 45 a 60 minutos.

Tipo B
O que comer: carnes vermelhas, peixes, laticínios magros, ovos, verduras e frutas. O que evitar: trigo, milho, lentilha, amendoim e gergelim.
Exercício ideal: exercícios moderados, como ciclismo, tênis, caminhadas e natação, 3 vezes por semana por 1 hora.

Tipo AB
O que comer: frango e peixe, frutos do mar, laticínios magros, leguminosas, cereais, frutas, especialmente o abacaxi, e verduras.
O que evitar: carnes vermelhas, milho e feijão.
Exercícios: atividades leves, que acalmem e relaxem, como hidroginástica e ioga, três vezes por semana, por 45 minutos.

" Achei legal, não apenas para quem quer emagrecer , mas para manter o peso, ou apenas, cuidar da saúde.

-----------------------------

Emagrecer Urgente

Emagrecer Emagrecimento Dietas Emagrecedor