Dieta para diverticulite -Dieta para diverticulite CURA Rápido.

Emagrecimento Rápido

--------------------------

Dieta para diverticulite.

Dieta para Diverticulite

A dieta para a diverticulite inclui o consumo de alimentos ricos em fibras para ajudar na formação do bolo fecal. Mas inicialmente quando o intestino encontra-se inflamado o ideal é não comer muitas fibras e seguir uma dieta líquida, à base de sucos de frutas naturais e sopas nas refeições principais.

Após 3 dias com a dieta líquida e com a toma dos medicamentos indicados pelo médico o intestino deverá estar menos inflamado e já será possível adicionar as fibras às refeições, embora esta passe a ser pastosa, após 3 ou 7 dias, o indivíduo poderá voltar a ter uma alimentação normal.

Algumas dicas de alimentos que podem ser ingeridos através da dieta líquida são todas as frutas em forma de suco ou em forma de vitamina, quando batidas com leite desnatado. Dentre os legumes e verduras estão a batata, cenoura, abóbora, abobrinha, lentilhas, beterraba, caldinho de feijão, mandioca, couve e espinafre.

Na dieta pastosa pode-se optar por passar ligeiramente no liquidificador arroz com caldinho de feijão, purê de batata com cenoura e frango desfiado, por exemplo. À medida que as dores vão diminuindo o indivíduo pode voltar à sua alimentação normal, tendo o cuidado de incluir as fibras às refeições optando por alimentos integrais, sempre que for possível.

--------------------------

Diverticulite/Diverticulose.

Diverticulite/Diverticulose

Divertículo é uma saliência parecida com a ponta de um dedo de luva, que pode localizar-se em diferentes áreas do trato gastrintestinal, mas se manifesta com mais frequência entre as fibras musculares das paredes do intestino grosso. No divertículo, pode penetrar e ficar retida pequena quantidade de fezes. Do mesmo modo, se houver condições favoráveis, podem alojar-se colônias de bactérias.

Divertículos são de dois tipos: o hipotônico e o hipertônico. O hipotônico instala-se como decorrência do afrouxamento da musculatura lisa do intestino, e o hipertônico é provocado pelo aumento anormal do tônus dessa mesma musculatura e pelo crescimento significativo da pressão no cólon.

A presença de numerosos divertículos no intestino recebe o nome de diverticulose. Acredita-se que grande parte da população com mais de 60 anos seja portadora assintomática dessa condição.

A diverticulite se instala quando os divertículos ficam inflamados ou infectados, podendo apresentar abscesso ou perfuração. Nesses casos, é maior o risco de os resíduos intestinais escaparem para a cavidade abdominal e provocarem uma complicação chamada peritonite.

Causas

Entre as causas da diverticulose destacam-se:

* O envelhecimento, e a consequente perda de elasticidade da musculatura intestinal;

* A dieta alimentar pobre em fibras;

* O aumento da pressão no interior do cólon;

* A predisposição genética.

Sintomas

Em grande parte dos casos, diverticulose é uma doença assintomática, que passa despercebida e só é diagnosticada numa investigação eventual. Quando os sintomas aparecem, são queixas inespecíficas de desconforto abdominal, mais do lado esquerdo, prisão de ventre e alterações dos hábitos intestinais.

A diverticulite aguda é um sinal de complicação da doença diverticular. Dependendo da gravidade do quadro, os sintomas mais importantes são: dor abaixo do umbigo, que se desloca para o quadrante inferior esquerdo do abdômen, constipação, diarreia, sangue nas fezes, dificuldade para urinar, febre, náuseas e vômitos, fístulas, sangramentos.

Diagnóstico

O diagnóstico da diverticulite aguda leva em conta a história do paciente, o exame clínico e os achados da tomografia computadorizada. O enema opaco e a colonoscopia não devem ser indicados nessa fase inicial, porque o trânsito livre das fezes pela perfuração do divertículo pode provocar um quadro de infecção abdominal e peritonite grave.

Estabelecer o diagnóstico diferencial da diverticulite é indispensável para distingui-la de doenças como apendicite, câncer de cólon e doença de Crohn, entre outras.

Tratamento

Se não houver sinais de gravidade, o tratamento inicial da diverticulite associa dieta leve e líquida à prescrição de analgésicos e antibióticos. Em geral, em 72 horas, 80% dos casos evoluem para cura.

Se a resposta for diferente, restam duas opções: a cirurgia para a retirada da parte do intestino comprometida pelos divertículos e a drenagem dos abscessos através de punção transcutânea, se eles forem pequenos.

Como as recidivas da diverticulite aguda costumam ser frequentes, a cirurgia pode ser programada de acordo com a conveniência e condições orgânicas dos pacientes.

Recomendações

* Inclua preferencialmente alimentos com alto teor de fibras na sua dieta habitual. Frutas, vegetais, cereais integrais e grãos são importantes para o processo digestivo como um todo e fundamentais para o bom funcionamento intestinal e para prevenção da doença diverticular;

* Beba pelo menos dois litros de líquido por dia para facilitar a formação do bolo fecal;

* Não tome laxantes por conta própria para combater as crises de obstipação intestinal;

* Lembre-se de que a atividade física ajuda a acelerar o metabolismo e, consequentemente, o trânsito intestinal.

------------------------

Qual a dieta para quem está com diverticulite?

Qual a dieta para quem está com diverticulite?
MarllenniQual a dieta para quem está com diverticulite. Há necessidade de repouso? Pode fazer exercícios físicos?

Normalmente o paciente com o problema, deve fazer um tratamento que dependerá da gravidade dos sintomas. O médico poderá receitar medicação, repousar e usar uma bolsa de água quente na área abdominal, beber líquidos por alguns dias. Por isto, é importante que a pessoa procure ajuda médica para um tratamento correto.

Alguns alimentos podem piorar os sintomas, por isto devem ser evitados. Como: feijões e ervilhas, pipoca, grãos não refinados, frutas secas, morangos, picles, nozes. Café, chás e bebidas alcoólicas devem ser evitados também.

Espero ter ajudado. Se tiver mais dúvidas é só perguntar.

------------------------

Diverticulite.

Diverticulite
A diverticulite é uma inflamação decorrente do divertículo intestinal. O divertículo é como uma alça formada normalmente no intestino grosso. A presença de vários divertículos é chamada diverticulose. Quando estes divertículos inflamam ou rompem ocorre a Diverticulite.

Esta inflamação está associada à:
Ingestão inadequada de fibras
Obstipação intestinal
Idade (com a idade, os movimentos do intestino tendem a diminuir, podendo causar um quadro de obstipação intestinal)

Os sinais e sintomas mais comuns são:
Dor abdominal
Diarréia
Idade (com a idade, os movimentos do intestino tendem a diminuir, podendo causar um quadro de obstipação intestinal)

O tratamento nutricional visa:
Evitar a obstipação intestinal:
Aumentar a ingestão de fibras (frutas, verduras e legumes crus)
Ingerir bastante água ao longo do dia (1,5 a 2,0 litros)
Realizar atividade física – o exercício auxilia os movimentos do trânsito intestinal
Evitar a ingestão de alimentos que contenham sementes ou grãos (podem ser depositados nos divertículos e causar a diverticulite)
Durante as crises de diarréias e dores abdominais o ideal é evitar todos alimentos ricos em fibras (para evitar a estimulação dos movimentos intestinal) e ingerir bastante líquido para repor o perdido na diarréia.
Em casos mais graves pode ocorrer uma hemorragia digestiva: evacuação de sangue vivo pelas fezes em grande quantidade. Nesses casos, deve-se procurar um Pronto – Socorro imediatamente.

-----------------------------

O que é Diverticulite?

O que é Diverticulite?
A diverticulite é constituída por bolsas e quistos pequenos e salientes da parede interna do intestino (diverticulose) que ficam inflamados ou infectados. Esses quistos costumam ser encontrados no intestino grosso (cólon)

Causas
Não se sabe exatamente o que causa a formação dessas bolsas ou quistos de diverticulose. Seguir uma dieta pobre em fibras é uma das causas mais prováveis.

As pessoas que ingerem principalmente alimentos processados, como muitos norte-americanos, não ingerem fibras suficientes em sua dieta. Alimentos processados incluem arroz branco, pão branco, a maioria dos cereais matinais, bolachas tipo água e sal e pretzels.

Como resultado, é mais provável que ocorra constipação e fezes muito duras, causando esforço na passagem de fezes. Isso aumenta a pressão no cólon ou nos intestinos e pode causar a formação desses quistos.

A diverticulose é muito comum. Ela é encontrada em mais da metade dos norte-americanos com mais de 60 anos. Somente uma pequena quantidade dessas pessoas desenvolverá diverticulite.

A diverticulite é causada por pequenos pedaços de fezes que ficam presas nesses quistos, provocando infecção ou inflamação.

------------------------------

Emagrecer Urgente

Emagrecer Emagrecimento Dietas Emagrecedor