Dieta para engravidar -Dieta para engravidar em 30 DIAS.

Emagrecimento Rápido

--------------------------

Dieta para engravidar.

Dieta para engravidar
Pequenas mudanças na alimentação aumentam as chances de gravidez. É o que mostra estudo publicado por pesquisadores da Universidade Harvard, nos Estados Unidos

Esperança e frustração — os dois sentimentos se mesclam a cada mês. O primeiro é alimentado dia a dia e acompanha a torcida para que a menstruação não dê as caras. O segundo é inevitável quando se nota que ainda não foi dessa vez que o sonho tão acalentado de engravidar se realizou. Passado um tempo nessa gangorra emocional, muitos casais correm para uma clínica de fertilidade. Vamos reconhecer: os tratamentos de fertilização assistida evoluíram um bocado e alcançam taxas de sucesso cada vez maiores. Mas, antes de apelar para essa saída mais radical — e, sem dúvida, mais cara —, talvez fosse o caso de mudar a dieta.

Essa é, ao menos, a sugestão de Jorge Chavarro e Walter C. Willett, autores de The Fertility Diet ("A dieta da fertilidade: um estilo de vida adequado para aumentar as chances de engravidar", publicado no Brasil pela editora Campus-Elsevier). A obra é um projeto de fôlego da Universidade Harvard, onde a dupla trabalha, em parceria com outras respeitadíssimas instituições médicas americanas, como o Hospital Infantil de Boston, para citar apenas uma.

A investigação original com um grupo de mais de 18 mil voluntárias buscava, na verdade, elucidar a relação entre dieta e prevenção de doenças como o câncer e o infarto em mulheres jovens. Como boa parte delas revelou que estava tentando engravidar, os pesquisadores passaram a mirar esse foco — a fertilidade.

Em oito anos de investigação, muitas das mulheres acompanhadas conseguiram ter bebê. Mas uma em cada seis — das que declararam o desejo de engravidar, bem entendido — não tiveram a mesma sorte. E duas substâncias, a insulina e a globulina, podem ter representado um papel crucial nessas histórias com finais diferentes. Ambas, dizem os pesquisadores, influenciam na ovulação.

Segundo eles, quando a insulina que faz o açúcar entrar nas células sobe depressa ou despenca no sangue, a tal da globulina, uma proteína que se liga aos hormônios sexuais em geral, acompanha a flutuação. De maneira, diga-se, igualmente brusca. E isso destrambelha o equilíbrio hormornal. O resultado desse sobe-e-desce é uma elevação de andrógenos, hormônios masculinos que, em excesso, interrompem a ovulação.

"A dieta indicada pelos cientistas americanos afeta, sim — e diretamente —, a fertilidade", opina o ginecologista Dirceu Henrique Mendes Pereira, presidente da Sociedade Brasileira de Reprodução Humana. "Sem contar que é muito saudável, o que por si só já contribui." Mas atenção: as sugestões de ingredientes propostas pelo livro só são úteis para mulheres com ovulação irregular — algo que está por trás de um terço dos casos de infertilidade feminina. Clique aqui para ver o que os médicos recomendam a quem planeja aumentar a família.

--------------------------

Alimentos que aumentam as chances de você engravidar.

Alimentos que aumentam as chances de você engravidar

Estima-se que 15% da população em idade reprodutiva tenha problemas para engravidar. A dificuldade de alcançar esse objetivo pode ser causada por diversos fatores, que envolvem a saúde do homem e da mulher, afirma a nutróloga e médica ortomolecular Liliane Oppermann. Ela nos preparou uma lista de alimentos que ajudam a fertilidade do casal. Confira:

Vitaminas B6 – A vitamina B6 é encontrada no açúcar mascavo (melaço), vegetais de folhas verdes, carne, vísceras, gérmen de trigo, grãos integrais, fígado bovino; arroz integral e ovos, entre outros. Essa vitamina é uma grande aliada para as mulheres que pretendem engravidar. Sua deficiência pode causar desequilíbrio hormonal, síndrome pré-menstrual, acne pré-menstrual e depressão.

Vitamina E – De acordo com a nutróloga, a Vitamina E pode melhorar a motilidade dos espermatozóides. Também pode ser indicada para prevenir o aborto, desenvolvendo uma parede do útero mais forte e uma placenta mais saudável. Alimentos fontes de Vitamina E são germe de trigo, grãos integrais, noz crua, sucos de frutas e vegetais.

Zinco – O zinco possui importante papel no desenvolvimento do esperma saudável, além de aumentar a fertilidade feminina, especialmente quando combinado a vitamina B6. Alimentos fontes de zinco são carne de peru escura, feijões, leveduras, ostras e carne bovina, entre outros.

Vitamina C – A Vitamina C melhora a concentração do número e a motilidade de espermatozóides , além de atuar na função ovariana e no desenvolvimento dos óvulos. Alimentos fonte de Vitamina C são laranja, limão, couve-flor, tomate, acerola, goiaba e outros.

Selênio – A maior parte do selênio encontrado no corpo dos homens está no sêmen. Esse mineral melhora a produção de espermatozóides saudáveis. Alimentos fontes de Selênio são grãos integrais e ovos.

Vitamina A- A deficiência dessa vitamina pode levar a degeneração e queda do número de espermatozóides. Alimentos fontes de Vitamina A são cenoura, batata-doce, ervilhas, couve-flor, espinafre, óleo de fígado de bacalhau e mamão, entre outros.

------------------------

Dieta pra engravidar – ficar grávida.

Dieta pra engravidar – ficar grávida

Sabemos que não é fácil saber tudo sobre como engravidar, porém, há um norte bastante saudável para aprendermos e várias dicas para inserirmos em nosso dia a dia, principalmente a respeito da dieta para engravidar.
A fertilidade feminina e masculina sempre é discutida como os pilares básicos para uma gravidez desejada, mas não é só isso. A alimentação para engravidar também faz muita diferença. Veja como.
FERTILIDADE MASCULINA
Uma recente descoberta científica detectou que banhos de sol e a ingestão de peixes (atum, salmão, sardinha, ricos em ômegas) são duas alternativas altamente saudáveis e favoráveis à gravidez, porque abastecem o corpo de vitamina D, ajudando no sucesso do futuro papai!
Esse estudo foi realizado pela Univ. de Copenhague (Dinamarca), após o estudo de mais de 300 homens.

------------------------

FERTILIDADE FEMININA.

FERTILIDADE FEMININA
Quanto às mulheres, a situação não é diferente. Não basta saber qual o dia fértil ou o período fértil. Uma boa dose de bom-senso e mudança de hábitos alimentares faz a diferença para uma mulher fértil. Veja as dicas alimentares (alimentos para engravidar) que são na verdade um tipo de dieta para Engravidar:
Afaste-se das gorduras trans – alimente-se apenas com alimentos que contenham gorduras boas
Consuma gorduras ricas em ômega-3 e ômega-6
Alimente-se com carboidratos complexos (arroz, pão e farináceos integrais)
Consuma vegetais de cor verde-escuro para aproveitar seu ácido fólico
Beba leite integral (isso mesmo, o Integral traz bebê mais rápido)
Aumente o consumo de ferro comendo couve e açaí
Beba bastante água
Faça o controle do seu peso!
Coma menos carne vermelha, o ideal são 2 vezes por semana no máximo.

-----------------------------

POR QUE É DIFÍCIL ENGRAVIDAR?.

POR QUE É DIFÍCIL ENGRAVIDAR?
A sociedade de hoje vem retardando o período de encomenda da cegonha em casa, tudo em prol da segurança familiar e isso acaba gerando um aumento da média da fertilidade.
É lógico que idade faz diferença, mas os hábitos alimentares também tem muita importância nisso. Alimentos muito gordurosos, com alto índices de corantes e estabilizantes podem sim reduzir a fertilidade masculina e feminina.
Outros hábitos também prejudicam a maternidade e a paternidade: sedentarismo, consumo de fumo e o estresse diário também são causas da infertilidade.
O controle do peso não pode ser esquecido. Isso porque alguns nutrientes podem dar uma "forcinha" a mais na Gravidez! Conheça com mais detalhes os melhores alimentos:
Carboidratos integrais: pães, arroz, macarrão e biscoitos devem ser integrais, pois os elaborados com farinha branca fazem despejar muita insulina no sangue e este excesso de insulina produz testosterona pelos ovários, o que prejudica a ovulação. Os alimentos integrais regulam a insulina do organismo!
Ácido fólico: vegetais verdes-escuros, feijões e suco da laranja contém bastante ácido fólico. O ideal é tomar o ácido fólico juntamente com outras vitaminas (alimentos) e não somente em comprimidos, como ministrado pelos médicos, pois aumenta-se a absorção do ácido fólico.
Ômega-3: esse antioxidante regula a ovulação e faz com que a membrana que envolve o óvulo fique mais permeável, facilitando a penetração do espermatozóide. O ômega-3 está presente no salmão, na sardinha, na amêndoa ou na linhaça. Há também o óleo de linhaça (1 colher de sopa duas vezes ao dia) ou cápsulas de óleo (peixe e linhaça) que são ministrados.
Aumento do Estrogênio: o ideal é consumir brócolis (os 2 tipos mais conhecidos), o inhame, a couve-flor e o repolho, que fazem o ovário produzir mais estrogênio, regulando também a ovulação e o período fértil da mulher.

------------------------------

Emagrecer Urgente

Emagrecer Emagrecimento Dietas Emagrecedor