Dieta para quem esta amamentando emagrece até 17kg.

Emagrecimento Rápido

--------------------------

Dieta para quem esta amamentando.

Dieta da amamentação – Como emagrecer até 4 kg em um mês, sem prejudicar seu bebê e você

Recebemos vários comentários de novas mamães querendo emagrecer uns quilinhos em prejudicar seu filho, então corremos atrás de uma dieta bem elaborada que pode ajudar quem está amamentando.
Neste período o seu bebê está se nutrindo de tudo que você come, ou seja você deve tomar muito cuidado.
Não tenha muita pressa e não exagera a rigidez da dieta.
Seu organismo precisa de energia para poder produzir o leite materno e nutrientes para que ele seja saudável o bastante para seu bebezinho.
Durante os 3 primeiros meses não se deve fazer dietas que possam eliminar nutrientes, pois é nessa fase que seu bebê mais precisa que você esteja saudável por completo.

Outras dicas para sua saúde e de seu filho nesta fase.

Hidratação, Tome bastante água, chás sem adição de açúcar,

Comer peixe pelo menos 3 vezes por dia, isso ajuda no alimento de ácidos graxos, que
ajudam no sistema nervo e na retina de seu bebê.

Prefira adoçantes com estévia ou sucralose, pois são naturais.

Faça todas as refeições inclusive os lanches, em intervalos de no máximo 3 horas.

--------------------------

Dieta para quem esta amamentando cardapio.

Café-da-manhã

Opção 1
1 taça com 2 xíc. (chá) de cereal matinal integral + 1 pote de iogurte desnatado (ou com frutas) + 1 banana picada +1 col. (sopa) de semente de linhaça

Opção 2
½ papaia
4 torradas integrais
1 copo (250 ml) de suco de laranja
1 col. (sopa) de cream cheese ou
1 col. (sobremesa) de geléia sem açúcar
½ papaia

Lanche da manhã

Opção 1
1 torrada integral
1 fatia fina de queijo branco
1 copo (250 ml) de suco de maracujá

Opção 2
1 castanha-do-pará
1 copo (250 ml) de água-de-coco
5 damascos secos

Almoço

Opção 1
5 col. (sopa) de arroz com ervilha
1 xíc. (chá) de espinafre
1 prato (sobremesa) de salada de folhas, tomate, brócolis e milho
4 col. (sopa) de filé de carne em tiras ou frango refogado com cebola, cenoura e pimentão

Opção 2
4 col. (sopa) de arroz integral
1 prato (sobremesa) de salada de folhas, pepino, tomate-cereja e azeitonas pretas
4 col. (sopa) de carne moída refogada com ervilha e cenoura
3 col. (sopa) de feijão ou lentilha cozida

Lanche da tarde
Opção 1
1 sanduíche de pão integral light
4 col. (sopa) de atum light
alface e cenoura
1 copo (250 ml) de água-de-coco

Opção 2
2 col. (sopa) de granola sem açúcar
1 taça com 6 col. (sopa) de salada de fruta

Jantar

Opção 1
1 prato (sobremesa) de legumes grelhados (cenoura, abobrinha e berinjela)
1 prato (sobremesa) de salada de agrião, soja ou milho, cenoura e gergelim
4 col. (sopa) de purê de mandioquinha
1 filé de peixe grelhado, cozido ou assado

Opção 2
4 col. (sopa) de arroz integral com cenoura
1 prato (sobremesa) de salada de folhas verdes, lascas de maçã e semente de linhaça
1 omelete (2 ovos, 6 fatias de peito de peru, tomate, manjericão)

RAPHAEL GOETTER

Ceia
escolha um

*1 maçã cozida com canela
*1 taça de gelatina com maçã picada
*1 banana assada/cozida (no forno ou microondas) com canela
*1 xíc. (chá) de camomila
*2 torradas integrais com geléia diet
*1 taça de salada de frutas

------------------------

Alimentação certa para a mulher que amamenta.

Alimentação certa para a mulher que amamenta
Nessa nova fase, o bebê já está em casa e pede uma atenção especial

A mãe precisa alimentar o filho e isso requer necessidades e cuidados especiais com a alimentação dela.

A ansiedade maior é em relação ao peso. As novas mamães têm a primeira pergunta na ponta da língua: "quanto tempo vou demorar a voltar ao peso normal, que tinha antes da gravidez?".

A alimentação da lactante, nome dado à mulher que amamenta, deve prover nutrientes e energia (calorias) suficientes para a produção do leite materno e para promover a saúde da mulher.

Eliminação de peso Muitas mulheres tendem a seguir uma alimentação restrita em calorias durante a lactação para que possam atingir o peso pré gestacional o mais rápido possível. O que muitas mulheres não se dão conta é que a produção de leite requer um gasto energético considerável. Para a produção de 100 mL de leite, aproximadamente 65 calorias, a lactante gasta 85 calorias.

Devido a esse gasto energético, a mulher que está amamentando necessita de um aporte maior de energia. Enquanto que na gravidez a quantidade de energia a mais necessária era de 300 calorias, na lactação essa quantidade sobe para 500 calorias. Se uma mulher precisa de 2000 calorias para manter o peso, durante a lactação esse valor sobre para 2500 calorias.

No período de aleitamento exclusivo, ou seja, o bebê não consome nenhum outro alimento ou líquido, o depósito de gordura que a mãe acumulou durante a gestação, também é utilizado para fornecer energia para a produção do leite. Por isso, quanto mais a mulher dar o peito exclusivamente, maior será o gasto energético dela e, conseqüentemente, o depósito de gordura se reduzirá.

Conforme o aleitamento deixa de ser exclusivo e a produção de leite se torna menor, a quantidade de calorias da alimentação da mãe pode ser reduzida para que continue o processo de redução de peso.

Quantidade de nutrientes
Devido a necessidade energética maior e a produção de leite, as quantidade em gramas de carboidratos, proteínas e gorduras deverão estar aumentadas, mantendo-se a proporção, ou seja, 50 a 60% do total de calorias da alimentação deve vir dos carboidratos, 25 a 30% das gorduras e de 15 a 20% das proteínas.

As quantidades de vitaminas e minerais que a lactante necessita são maiores em relação às mulheres não lactantes. Dessa maneira, é muito importante que a mulher evite alimentos muito calóricos, ricos em gorduras ou carboidratos simples como salgados, frituras, bolos, tortas e dê preferência aos alimentos integrais e naturais. Isso significa que frutas, legumes e verduras devem estar presentes diariamente nas refeições. Substitua alimentos ricos em farinha refinada pelas versões integrais como pão integral, bolachas integrais, arroz integral.

Número de refeições por dia
A alimentação deve ser fracionada e, por isso, o mínimo são 5 refeições por dia, ou seja, as três principais (café da manhã, almoço e jantar) e dois pequenos lanches intercalados.

É muito importante que não pule nenhuma refeição para que haja uma variedade alimentar durante o dia e para que os nutrientes não fiquem concentrados em poucas refeições.

O que deve ser evitado
Cafeína: a ingestão de cafeína pela mãe faz com que o leite materno tenha quantidades dessa substância. A cafeína faz com que o bebê fique sem sono e irritado e, por isso, a melhor opção é restringir alimentos que contenham cafeína e optar pelos alimentos descafeinados. Alimentos que contém

cafeína são café, chás (mate, verde), chocolates (cacau), refrigerantes.

Bebidas alcoólicas: podem comprometer a produção de leite materno e, além disso, o álcool passa para o bebê através do leite. Durante a amamentação, a orientação é excluir as bebidas alcoólicas da alimentação.

Alimentos ricos em enxofre: durante a amamentação muitas mulheres reclamam do desconforto causado por gases. Por isso, nesse período, a recomendação é evitar alimentos ricos em enxofre pois eles estimulam a produção de gases. Evite feijões, brócolis, couve-flor, couve manteiga, rabanete, repolho, espinafre.

------------------------

Ingestão de água para a mulher que amamenta.

Ingestão de água
A ingestão de água não afeta o volume de leite produzido, mas deve ser feita em pelo menos 1,5 litro por dia para a reposição da água gasta e para manter a mãe bem hidratada.

É importante lembrar que a produção de leite será maior, quanto maior for a freqüência de amamentação. A qualidade da alimentação da mãe influencia a qualidade do leite. Estimular a amamentação e ter os cuidados com a alimentação citados fará com que a mãe dê ao filho o principal e melhor alimento nos primeiros meses de vida: o leite materno.

Quais alimentos você eliminou do cardápio durante a gestação?

-----------------------------

Emagrecer Urgente

Emagrecer Emagrecimento Dietas Emagrecedor