Emagrecer sem dieta -Emagrecer sem dieta até 17kg.

Emagrecimento Rápido

--------------------------

Emagrecer sem dieta.

Emagrecer sem dieta
Muitas pessoas estão me perguntando sobre a dieta que comecei e como está funcionando sem muita dificuldade...
Primeiro vou contar como decidi mudar de pensamento com respeito a gordura e perca de peso.
Eu pensava como a maioria das pessoas, que é necessário um regime rígido pra perder peso, especialmente no meu caso, que a minha meta é perder 25,5 kilos, que precisaria de praticar muito exercício, ou começar uma dieta light que possivelmente sairia cara, que isso, que aquilo, até que... vi um documentário.
Não me lembro o canal, nem o dia certo, mas sei que foi em setembro/09, sobre as pessoas que fazem a cirurgia de redução de estômago. Vi dois irmãos gêmeos que ganharam a cirurgia e os cuidados e tratamento que fizeram no ano que se seguiu. A dieta deles no primeiro mês era somente sopa e só depois começaram com alimentos sólidos, mas com a restrição de quantidade e horários definidos.
Agora vou citar o que aprendi no documentário e comecei a colocar em prática:
1 - Cuide dos dentes. Qualquer dieta deve começar pela boca, sem os dentes estarem sadios, não existe mastigação eficaz, e só mastigando muito é que a fome vai embora e comemos menos.
2 - Coma menos. Se eu tinha costume de comer um prato cheio, comecei a dividir o prato que fazia em três partes, e não comer mais mesmo que ainda estivesse com fome.
3 - Não ficar várias horas sem comer. Mesmo que seja uma bolacha de polvilho, ou um copo de água, é preciso "beliscar" durante o dia. A quantidade pode ser mínima só pra enganar o estômago, mas é necessária mesmo quando não queremos comer.
4 - Gaste mais do que ingere. Se eu como muito pouco, não preciso de exercício. Mas se eu quiser comer mais do que meu organismo precisa, ou doces, claro que vou precisar gastar de alguma forma, então volto do meu serviço pra casa a pé... como tem uma subida bem forte, acabo me exercitando, tb procuro fazer isso num ritmo rápido pra poder suar.
5 - Este item eu inventei sozinha. Me peso todo dia, quando acordo, antes de comer qualquer coisa, contrariando todos que dizem que isso leva a loucura e que o certo é se pesar somente uma vez por semana... comigo funciona sim! e somente assim! Eu preciso saber se eu extrapolei no dia e se no próximo preciso me cuidar mais, ou se eu posso comer um chocolate se tiver vontade! Danem-se o que os "outros" dizem!
Todos aqueles que acompanharam minha barrinha no blog podem ver que eu perdi até agora 12 kilos, no primeiro mês foi 4 e os resto nos outros 2 meses e meio que se seguiram.
Tudo sem esforço, somente mudando a forma de pensar e agir com a comida.
Se no feriado prolongado do dia 25 de dezembro eu engordei 1,5kilos, nas duas semanas que se seguiram voltei a perdê-los.
Hoje encaro a gordura como algo que a pessoa aceita em seu corpo, como um vício qualquer, basta força de vontade pra vc conseguir superar.
Ah, e o mais importante, não tenho nenhuma pressa em alcançar meu objetivo, pois, se eu ganhei 25,5kg em 10 anos, pq não posso demorar 2 ou 3 para perdê-los? Pra mim o importante é cada 100gr perdidas, pois se eu emagrecer algo ou simplesmente conseguir manter o meu peso, já ganhei o dia!

--------------------------

Personal trainer de tops ensina a emagrecer sem dietas.

Personal trainer de tops ensina a emagrecer sem dietas
É possível perder peso sem fazer dietas de restrição alimentar e uma rígida rotina de exercícios. A dica é do inglês James Duigan, que é personal trainer de modelos como Elle Macpherson, que aos 47 anos exibe silhueta impecável como a dos seus áureos tempos de supermodel nos anos 90, e de atriz Rosie Huntington-Whiteley.
Confira as dicas do profissional, publicadas pelo jornal Daily Mail, ao lado das informações das nutricionistas Marilyn Glenville e Kim Pearson.
Mastigar muito
Quanto mais o alimento é mastigado, menos calorias são absorvidas pelo corpo. Uma pesquisa recente aponta que pessoas que mastigam cerca de 40 vezes comem até 12% menos comida do que os mastigam apenas 15 vezes.
A mastigação fornece ao cérebro a informação de que o corpo está satisfeito e ainda ajuda a baixar níveis de hormônios no organismo que colaboram para a sensação de fome. Manter o alimento mais tempo na boca também ajuda a comer menos, já que o cérebro leva 20 minutos para registrar que o estômago já está cheio.
Coma até uma hora depois de acordar
Os especialistas concordam que o café da manhã é a refeição mais importante do dia e dizem que os que não pulam essa etapa são geralmente mais leves, magros e têm menos compulsão em ficar beliscando alimentos o dia todo. Isso porque a falta do alimento pela manhã deixa o metabolismo mais lento e colabora para a vontade de comer açúcar.
A qualidade da refeição também é importante para determinar o que o corpo irá pedir ao longo do dia, por isso invista em proteínas magras, cereais, frutas. Pesquisas recentes apontam que pessoas seguindo dietas de emagrecimento perderam até duas vezes mais peso reduzindo pela metade o número de calorias consumidas na primeira refeição do dia.
Concentre-se na refeição
Dedicar um tempo exclusivamente para comer é importante, pois especialistas apontam que fazer outras atividades enquanto se alimenta impede o cérebro de receber os sinais de saciedade, o que significa que aumentam as chances de ganhar quilos extras comendo além da conta.
E as mulheres tendem a acumular mais peso quando comem sem prestar atenção. Isso inclui coisas triviais como falar ao telefone, ver TV ou até mesmo ouvir música.
Cuidados ao cozinhar
O cozimento elimina grande parte dos nutrientes dos alimentos. Portanto, mesmo se comemos de forma saudável podemos não estar nutrindo o corpo de maneira adequada. A falta de vitaminas e outras substâncias causam aquela vontade constante de ficar beliscando o dia todo, como forma de compensar essas faltas. Uma solução é consumir o máximo de alimentos crus possível e evitar cozinhar vegetais no micro-ondas, pois ele elimina quase 100% dos antioxidantes.
Comer frutas primeiro
As frutas são digeridas por enzimas diferentes das usadas pelo corpo para processar outros alimentos. Além disso, demoram apenas cerca de 30 minutos para serem absorvidas pelo organismo. Por isso, se comer frutas após as refeições, elas provavelmente ficarão fermentadas e não fornecerão os nutrientes necessários e ainda podem causar desconfortos. Isso porque elas ficarão atrás dos outros itens consumidos, esperando que esses sejam digeridos, o que demora mais do que duas horas. A dica é comer frutas cerca de meia hora antes das principais refeições.
Não comer após as 20h
Não é indicado comer grandes ou pesadas refeições quando o metabolismo começa a diminuir ou perto da hora de dormir, pois o gasto calórico é menor. É importante evitar comer alimentos como sorvetes, salgadinhos e outras guloseimas que podem fornecer até um quarto das calorias necessárias para o dia. Estipular um horário limite para comer à noite também pode ajudar a se livrar dessas tentações, que costumam chegar após o jantar quando se está na frente da TV.
Comer menos em momentos de tensão
Esqueça sair para tomar um "café" ou almoçar durante um momento de tensão. Usar a refeição para relaxar não faz bem ao corpo. Isso porque quando estamos nervosos, o corpo está cheio de hormônios que o coloca em estado de alerta. O que significa que toda a energia será direcionada para nos proteger da causa do estresse, e não será usada para fazer a digestão. O organismo irá fazer um esforço enorme para absorver os nutrientes. Portanto, espere se acalmar para depois ir comer.
Fatiar os alimentos
Estudos indicam que pessoas que cortam os alimentos em pedaços consomem até 20% menos calorias do que as que deixam os itens inteiros. As fatias também dão a impressão de que o prato está mais cheio, o que implica comer menor quantidade.
Comer menos e mais vezes
Ficar mais do que cinco horas sem se alimentar faz o corpo ¿pensar¿ que está faminto e produz quantidades maiores de cortisol, o hormônio do estresse. O resultado é que a próxima refeição poderá estar recheada de escolhas calóricas, pois o organismo está "faminto". Comer regularmente também colabora para balancear os níveis de insulina no sangue, diminuindo o desejo por itens açucarados.
Pensar antes de beber
Beber água é muito importante para o corpo, mas mesmo esse precioso líquido deve ficar longe das refeições. Ela dilui os ácidos do estômago tornando a absorção dos nutrientes menos eficiente. Portanto, evite tomar água pelo menos 15 minutos antes e após as principais refeições.
Sempre comer proteínas com alimentos ricos em carboidratos
Macarrão, arroz e pão são rapidamente absorvidos pelo organismo, despejando grandes quantidades de açúcares no sangue. O consumo de proteínas junto com itens do tipo ajuda a reduzir a velocidade dessa digestão, equilibrando a liberação de energia no organismo, o que significa que você irá se sentir satisfeito por mais tempo.

------------------------

Emagrecer sem fome? Conheça a dieta volumétrica.

Emagrecer sem fome? Conheça a dieta volumétrica
Método inventado nos Estados Unidos ensina a secar a barriga comendo mais
Só de pensar nela, muita gente desiste da dieta antes mesmo de começar um projeto de emagrecimento e prefere amargar os quilos a mais na balança e as roupas apertadas. Mas o problema passa bem longe de quem começa a seguir a dieta volumétrica, proposta pela nutricionista norte-americana Barbara Rolls. Apresentado no livro A Dieta Volumétrica - Perca peso comendo mais (Editora Best Seller, 294 páginas), o método ensina a aumentar a quantidade de alimentos no prato cair nos excessos calóricos. "O segredo da dieta volumétrica é escolher opções que trazem saciedade e contam poucas calorias", resume a nutricionista Camila Attademo, da Clínica Libert, no Rio de Janeiro. Veja a seguir como incorporar, no seu dia a dia, as dicas da dieta volumétrica e perca peso sem sofrer com o estômago roncando.

Faça trocas inteligentes

Em vez de comer somente o macarrão com o molho de tomate, você pode acrescentar legumes, ocupando metade do prato com a massa e a outra metade com os vegetais. Assim você diminui as calorias vindas do macarrão, mas sua refeição ganha mais volume com os legumes. Segundo a nutricionista Roberta Stella, do Dieta e Saúde, o ideal é, em vez de apenas adicionar frutas nos alimentos, substituir: em vez de comer uma xícara inteira de iogurte, substitua duas colheres de iogurte por duas de frutas, por exemplo. "Você também pode fazer a troca na gelatina, ou cenoura e beterraba no arroz integral. Também dê preferência para alimentos refogados e ensopados, pois são preparados com água, aumentando o volume sem aumentar as calorias", exemplifica Renata Saffioti, nutricionista da Sabor Integral

------------------------

Emagrecer Urgente

Emagrecer Emagrecimento Dietas Emagrecedor