Lista de dieta para perder peso até 17kg.

Emagrecimento Rápido

--------------------------

Lista de dieta para perder peso.

Dieta promete eliminar seis quilos em duas semanas, sem prejudicar a saúde

Para emagrecer de forma saudável é preciso aliar alimentação balanceada a exercícios físicos. Se você acredita que serão necessários longos meses até os resultados começarem a aparecer, saiba que uma nova dieta propõe mudanças em apenas duas semanas. Sem radicalismos, a nutricionista Fiona Kirk prega a modificação de hábitos e o consumo de alimentos que turbinam o gasto calórico.

Nutricionista desenvolveu cardápio sem radicalismos
No livro "2 Weeks in the Fast Lane Diet", sem previsão de lançamento no Brasil, Fiona Kirk conta que sua dieta é baseada em anos de pesquisa e no relato dos seus pacientes, que costumavam sofrer com o efeito sanfona. De acordo com o programa alimentar desenvolvido por ela, é possível perder até seis quilos em duas semanas, sem recorrer a medicamentos ou jejuns prolongados.

Veja cardápio para sete dias de dieta

Segundo a nutricionista, não se trata de uma dieta repleta de privações e radicalismos. Ela explica que, em 14 dias, é possível mudar hábitos alimentares capazes de provocar reflexo no ponteiro da balança. Assim, a motivação para continuar seguindo o programa alimentar surgiria com a perda dos primeiros 6 quilos.

Confira dicas para seguir a dieta e saiba o que você pode (ou não) comer

É preciso comer os alimentos certos para diminuir o volume das células de gordura
A nutricionista lembra que as mulheres possuem cerca de 34 bilhões de células de gordura, enquanto os homens têm 25 bilhões. Engordar significa que as células que existem se expandem, adquirindo um volume até seis vezes maior. A perda de peso ocorre quando essas células murcham e encolhem. O plano alimentar de Fiona Kirk se baseia no consumo de determinados alimentos, capazes de acelerar esse processo.

Conheça os alimentos que ajudam a queimar calorias

Em seu livro, Fiona Kirk diz que a solução para murchar as células gordurosas não é deixar de se alimentar e, sim, comer de forma consciente e equilibrada. De acordo com a nutricionista, a sensação de bem-estar proporcionada pela comida não deve ser negada ou subestimada.

--------------------------

Óleo de coco emagrece? Especialistas respondem.

Óleo de coco emagrece? Especialistas respondem

óleo de coco virgem pode reduzir circunferência abdominal
Por Renata Demôro

O óleo de coco é uma das substâncias mais comentadas do momento. Recentemente, pesquisadores da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, adicionaram o óleo de coco virgem a bolinhos, consumidos por voluntários.O estudo mostrou que aqueles que ingeriram os bolinhos emagreceram além do esperado. Na região do abdômen, a perda de centímetros foi sete vezes maior, quando comparada ao grupo que não incluiu o óleo de coco na rotina alimentar.

A nutricionista Adriana Castro, da clínica Club Corpus, explica que "a gordura de coco é capaz de gerar calor e queimar calorias, favorecendo a perda de peso". O médico Guilherme Giorelli, membro da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN) lembra que "o óleo também é indicado para diminuir os triglicérides e o mau colesterol (LDL), aumentar o bom colesterol (HDL) e por sua característica anti-inflamatória".

A seguir, confira as dicas dos dois especialistas para consumir o óleo de coco:

Quantidade ideal
Para quem deseja emagrecer, a nutricionista Adriana Castro aconselha a ingestão de até quatro colheres de sopa por dia. "Essa quantidade diminui o apetite e favorece a perda de peso, já que eleva o gasto energético do organismo. Quem segue dietas com restrição de gorduras deve começar com uma dose de meia colher de sopa ao dia e aumentar o consumo gradualmente", pondera. Ela reforça que o óleo de coco não é um medicamento e, sim, um alimento complementar. Sendo assim, é preciso consumi-lo todos os dias para perceber os benefícios.

Gorduras do bem: entenda a importância e faça as pazes com elas

------------------------

Produtos naturais para emagrecer: conheça a ação e saiba como consumir.

Produtos naturais para emagrecer: conheça a ação e saiba como consumir

alimentação equilibrada e exercícios físicos são fundamentais
Por Renata Demôro

Para perder peso com saúde é preciso aliar alimentação equilibrada e exercícios físicos, mas será que suplementos naturais podem ajudar a emagrecer? A seguir, confira as substâncias naturais mais receitadas pelos nutricionistas, sua ação no organismo e como devem ser consumidas.

1
Óleo de cártamo
Segundo a nutricionista Cristina Farjado, o óleo de cártamo é produzido a partir das sementes de carthamus tinctorius, ricas em ácidos graxos e ômega 6. "As cápsulas de óleo de cártamo conseguem inibir a ação da enzima lipase lipoproteica, responsável por transferir a gordura da corrente sanguínea para o interior das células adiposas". O gastroenterologista Ricardo Fittipaldi, especialista em métodos de emagrecimento, explica que "o óleo de cártamo leva o organismo a acumular menos gordura, ajudando a eliminar os pneuzinhos. Ele também pode auxiliar na redução do colesterol e triglicerídeos".
Recomendação: Cristina orienta a ingestão de uma cápsula, contendo 1g de óleo de cártamo, duas vezes ao dia, meia hora antes do almoço ou do jantar. De acordo com Ricardo Fittipaldi, o resultado começa a aparecer após um mês de uso contínuo.
2
Óleo de coco
A nutricionista Cristina Fajardo explica que o óleo de coco extra virgem é rico em triglicerídeos de cadeia média, "uma espécie de gordura boa e difícil de ser encontrada em alta concentração". Segundo o endocrinologista Ricardo Fittipaldi, "o produto é considerado termogênico, já que é capaz de gerar calor e queimar energia, favorecendo a perda de medidas. O óleo de coco ajuda a eliminar, principalmente, a gordura acumulada na barriga, além de aumentar a sensação de saciedade e reduzir o colesterol ruim (LDL)". Para manter suas propriedades nutricionais, Cristina não recomenda o aquecimento do óleo. "Ele pode ser adicionado a saladas, sopas, shakes, pães e torradas ou sobre outros alimentos", orienta a nutricionista.

Quer aprender a fazer óleo de coco em casa? Nutricionista ensina a receita!

Recomendação: "Como auxiliar na perda de peso, é preciso consumir de 2 a 4 colheres de sopa de óleo de coco por dia", explica Cristina Fajardo. Cada colher de sopa contém cerca de 90 calorias, portanto, não é recomendável ultrapassar a orientação. A nutricionista diz que não existem evidências clínicas que validem o consumo de cápsulas de óleo de coco.

Óleo de coco: saiba mais sobre a ação emagrecedora do produto

------------------------

Dieta das Cores: prato colorido emagrece e faz bem à saúde.

Dieta das Cores: prato colorido emagrece e faz bem à saúde

com alimentos de cores diferentes é possível perder até 7 quilos
Por Renata Demôro

Você sabia que um prato com cores variadas pode prevenir doenças e emagrecer até 7 quilos em 20 dias? Receita de Camila Pitanga para manter a boa forma, a Dieta das Cores combina os benefícios dos nutrientes presentes em alimentos naturais e calorias reduzidas, quando comparados a produtos industrializados. Elaborada pelo nutricionista norte-americano David Heber, da Universidade da Califórnia, a dieta consiste em dividir os alimentos em 6 grupos de cores. Seguindo este princípio, quanto mais cores estiverem no prato, melhor.

De acordo com a nutricionista Myriam Garson, "além de prazer, um prato colorido nos fornece fitoquímicos, vitaminas e minerais. Além de emagrecer, a dieta permite reduzir a incidência de doenças cardiovasculares, câncer e diabetes, entre outras doenças". Ela explica que o ideal é consumir 5 porções de frutas, legumes e verduras por dia, mesclando cores dos diferentes grupos.

Myriam lembra que as proteínas também devem marcar presença no prato. "É preciso ingerir carnes, ovos, leite e leguminosas como a soja, além de beber 2 litros de água", diz a nutricionista.

Alimentos industrializados não contam
De acordo personal diet Luciana Harfenist, os grupos de cores orientam a seleção de frutas, legumes e verduras, mas não inclui produtos industrializados, como biscoitos e chocolates, que são pouco nutritivos e extremamente calóricos. "O ideal é que o prato contenha alimentos dos seis grupos de cores. Não é para comer vermelho durante um dia todo e amarelo no outro, já que assim haverá carência de vitaminas e minerais, ao invés do equilíbrio proposto pelo programa alimentar".

Ela também lembra que dietas restritivas são muito difíceis de seguir. "A ideia de mesclar cores é muito boa, já que a pessoa pode escolher o que mais gosta de comer dentro grupos de cores".

Confira lista, preparada pela nutricionista Myriam Garson, com os benefícios de cada cor e em quais alimentos é possível encontrá-las!

-----------------------------

Termogênicos emagrecem? Nutricionistas respondem.

Termogênicos emagrecem? Nutricionistas respondem

exercícios físicos são fundamentais para aproveitar os benefícios
Por Renata Demôro

O que são termogênicos? Eles ajudam a emagrecer? De acordo com Tatiana Barão, nutricionista responsável pela área de pesquisa da Naturalis Nutrição & Farma, "termogênicos são alimentos capazes de aumentar o gasto energético ou seja, queimar mais calorias enquanto são digeridos".

Segundo Luciana Harfenist, personal diet e diretora da Funcionali Nutrição Funcional Personalizada, "as substâncias termogênicas contidas em certos alimentos tem a capacidade de aumentar a temperatura corporal , acelerando o metabolismo basal e aumentando a queima de gordura. A termogênese é um processo regulado pelo sistema nervoso e interferências positivas nesse sistema podem ajudar no controle no emagrecimento e controle da obesidade".

Exercícios são fundamentais para a perda de peso
Mas não basta comer alimentos termogênicos para emagrecer. De acordo com as nutricionistas, exercícios físicos regulares e alimentação equilibrada são essenciais para promover a perda de peso. Luciana explica que, para maior eficiência, os termogênicos devem ser ingeridos 30 minutos antes das atividades físicas. "Pessoas que treinam à noite não devem fazer uso de termogênicos para evitar alterações do sono", recomenda.

Em excesso, as substâncias termogênicas podem fazer mal. "Cardiopatas, hipertensos, crianças, gestantes e pessoas com queixas de gastrite, insônia ou alergias aos alimentos termogênicos não devem consumi-los", diz a nutricionista Tatiana. Ela lembra que indivíduos com disfunções na tireóide também não devem fazer uso desses alimentos, já que contam com ação sobre o metabolismo. A seguir, confira lista com alimentos termogênicos preparada pela nutricionista Luciana Harfenist:

------------------------------

Lista de dieta semanal para perder peso, quarta-feira.

Lista de dieta semanal para perder peso, quarta-feira

Dando continuidade na sua dieta, Hoje vamos apresentar o que você irá comer amanhã, quarta-feira. Veja abaixo a lista do que você irá consumir.

Café da manhã

1 pote de 80 ml de leite fermento
1 barrinha de cereais

Lanche da manhã

2 fatias de mamão

Almoço

Salada folhosa à vontade
2 colheres de sopa de arroz integral
1 filé de peixe grelhado

Lanche da tarde

1 banana aquecida no micro-ondas com 1 colher de sopa de sorvete diet e 1 colher de sopa de farinha de linhaça dourada

Jantar

1 prato fundo de creme de milho com feijão-branco

Lanche antes de ir dormir

1 maçã

------------------------

Emagrecer Urgente

Emagrecer Emagrecimento Dietas Emagrecedor