Uma boa dieta para emagrecer até 17kg.

Emagrecimento Rápido

--------------------------

Uma boa dieta para emagrecer.

Dieta para perder barriga | perder barriga com boa dieta

Dieta para perder barriga é algo que muitos procuram. Neste post você vai aprender uma dieta para perder barriga que funciona. Você vai aprender como emagrecer, perder peso, perder barriga. O nosso objetivo é ajudar as pessoas a sentirem mais saudável, inclusive sugiro que leia a matéria dicas para emagrecer barriga rápido, nela abordamos uma maneira eficiente de acelerar o emagrecimento da barriga.. Mais de bem com a vida. Nossa dieta para emagrecer já ajudaram muitas pessoas e podem te ajudar, sem sombra de dúvida! Embora a questão perder peso rápido não seja um assunto de menos interesse vamos abordar o tema de uma forma séria e responsável e realista. Sugiro também que veja a matéria Exercicios para perder barriga, uma série de exercícios que ajudam a perder barriga.

Por que eu digo de uma forma "séria e responsável"? Justamente por causa de muitas pessoas que têm publicado por aí dietas mirabolantes, dieta para perder barriga em 07 dias, dieta para emagrecer em rápido. Posso garantir para você que só haverá emagrecimento, você só perderá barriga se você seguir a dieta com responsabilidade consigo mesmo. Não abandonando a dieta.

Por que o trabalho para perder barriga é mais demorado do que para ganhar peso, ganhar gordura e você sabe disso!

--------------------------

DICAS DA DIETA PARA PERDER BARRIGA.

DICAS DA DIETA PARA PERDER BARRIGA

Uma alimentação saudável é o fator ideal para quem deseja perder barriga, aquela barriguinha saliente. Portanto, mantenha uma alimentação saudável sempre;
O que evitar para manter a dieta para perder barriga
Se quiser perder barriga Evite alimentos que causam gases tais como refrigerantes, feijão, pão, queijo, frituras, carne vermelha, linguiça, presunto, salame e outros derivados;
Evite alimentos que retêm líquidos. Este tipo de alimento pode fazer com que o corpo pareça maior do que é. Embutidos, alimentos processados e sal em acesso podem causar retenção de líquidos no corpo, impedindo assim a perda da gordura na barriga;

A nossa dieta para perder barriga inclui na lista alguns alimentos que favorecem uma barriga menos saliente:

- Fibras: as fibras insolúveis somadas a uma ingestão apropriada de líquidos abrem caminho para que o intestino passe a funcionar de forma regular. Evitando assim que a barriga ou os músculos da barriga se dilatem. Entre essas fibras temos: farelo de trigo não processado, cereais integrais, farelo de arroz, legumes/ervilha, vagem e nozes, batatas e cenoura.
- Verduras: maçã, espinafre, laranja e outras frutas.
Obs: As fibras precisam ser decompostas pelas bactérias dentro do estômago, o que faz com que o processo de digestão demore mais um pouco. Portanto, introduza-as devagar, com o tempo você se acostumará.

------------------------

ATIVIDADES FÍSICAS.

ATIVIDADES FÍSICAS

Talvez você se pergunte: O que exercícios físicos têm haver com dieta para perder barriga?. Posso lhe garantir que nenhuma dieta para perder barriga ou dieta para emagrecer vai funcionar na sua totalidade sem a associação de atividades físicas.

- Pratique atividade física e o seu corpo ou organismo com certeza passará a funcionar melhor. Uma atividade física bem trabalhada e com frequência pode ativar a circulação e queima de calorias. Não abra mão de fazer exercícios físicos. Se você é sedentário e não tem muita disposição comece aos poucos e vá aumentando o ritmo. Não faça exercícios físicos em excesso.

Portanto, se você quiser perder barriga de forma saudável e eficiente procure manter a dieta acima. Lembre-se boa parte do funcionamente desta dieta depende de você. Seja aplicado e associe a dieta para perder barriga a exercícios físicos. Não seja um sedentário. Perder barriga ou emagrecer sendo um sedentário é muito difícil.

------------------------

Dieta do baixo índice glicêmico.

Dieta do baixo índice glicêmico

O que propõe
Essa dieta estimula o consumo de alimentos que não elevam o nível de glicose no sangue, ou seja, carboidratos com índice glicêmico baixo (conhecidos também como carboidratos complexos - que liberam pouco açúcar no sangue) como farinha de trigo integral, aveia, soja, legumes, frutas e vegetais; no lugar de açúcar refinado, arroz e farinhas brancas, refrigerantes, mel e batata – esses últimos contêm os chamados carboidratos simples, não indicados nesta dieta.

"Em geral, a dieta inclui apenas alimentos integrais, pobres em gordura e ricos em fibras. Esses alimentos liberam pouca insulina no sangue e conseqüentemente reduzem o acúmulo de gordura localizada, assim como os riscos associados a esta", explica a nutricionista, Alessandra Rodrigues, de São Paulo. Ela salienta que os alimentos que aumentam a taxa de insulina na corrente sanguínea podem causar problemas cardíacos como hipertensão, obesidade e diabetes. Para a nutricionista, esse cardápio não deve ser seguido apenas por um período, como outros programas de perda de peso, mas sim para sempre. "Por ser uma dieta equilibrada, pode ser adotada como um novo estilo de vida", sugere Alessandra.

Na fase inicial, quando os hábitos alimentares são reeducados, pode-se perder até 2 kg. "Essa perda vai depender do metabolismo da pessoa e do valor calórico que ela irá colocar em seu cardápio", avisa Alessandra. Essa dieta é vista pela maioria dos especialistas na área muito mais como uma reeducação alimentar equilibrada, indicada a qualquer pessoa, do que como um programa de redução de peso.

-----------------------------

Como é feita da Dieta glicêmico.

Como é feita
Nessa dieta, o ideal é alimentar-se a cada três horas, evitando assim longos jejuns. Outro alerta importante, antes de montar esse cardápio, é ficar de olho nas proteínas que serão consumidas. Os ovos, leite e seus derivados e as carnes vermelhas devem ser evitados, por possuírem alto índice de gorduras saturadas.

"Dê preferência aos peixes, ao frango sem pele e às carnes magras, como o filé mignon, por exemplo", indica a nutricionista. No café da manhã, troque o pão branco pelo integral ou por cereais sem açúcar. É indicado consumir também uma fatia de queijo magro (de soja ou branco light) e um copo de leite de soja ou um suco de laranja ou maçã, de preferência batidos com aveia, linhaça ou semente de girassol. No lanche, um muffin ou bolo integrais ou uma porção de maçã, pêra ou melão.

No almoço, abuse das verduras como acelga, rúcula, alface ou repolho (coloque uma colher de linhaça), três colheres de cenoura ou couve refogada, três colheres de arroz integral e três unidades pequenas de almôndegas de carne de soja. Na sobremesa, troque os doces por frutas (banana, laranja, pêra ou maçã).

O lanche da tarde pode ser um copo (240 ml) de vitamina de fruta preparada com leite de soja ou, se preferir, uma fatia pequena de bolo a base de soja ou ainda uma porção de soja torrada. O jantar deve ser similar ao almoço, podendo trocar a carne de soja por frango ou peixe. Se preferir, duas colheres de arroz integral, salada de alface ou outra verdura de preferência, e, no lugar do peixe ou frango, meia abobrinha recheada com proteína de soja. Antes de dormir, suco ou leite se soja ou uma pequena porção de damasco ou ameixa desidratados.

Promessa
Essa dieta não é necessariamente apenas para perda de peso. Pode ser seguida como estilo de vida. A redução de peso é moderada – na primeira semana pode-se perder até 2 kg, depois se perde cerca de 1 kg na terceira e mais 1 kg na quarta, totalizando 4 kg por mês, em média. "Essa perda depende do metabolismo de cada um e do valor calórico que se consome. O ideal é que se perca até um quilo por semana. Acima disso, a perda de peso deixa de ser saudável", lembra Alessandra, que evidencia a prática regular de exercícios físicos.

------------------------------

Dieta de Beverly Hills.

Dieta de Beverly Hills

O que propõe
A dieta de Beverly Hills, criada pela atriz americana Juzy Mazel, se vale da reação química natural dos alimentos para fazer a pessoa perder peso. O abacaxi, por exemplo, fartamente usado pela americana e por quem segue essa orientação alimentar, possui a enzima bromelina, que é altamente digestiva e auxilia na eliminação de líquidos pela urina, resultando na perda de peso.

O nutrólogo Edson Credidio, de Campinas (SP), explica a lógica desse cardápio. "Parte-se da premissa de que grupos específicos de alimentos não devem ser ingeridos juntos com determinadas frutas, dessa forma o corpo queima melhor suas calorias." A partir desse conceito surgiram as diretrizes que fundamentam o programa.

"O cardápio restringe alimentos nos dez primeiros dias, só as frutas são permitidas, como abacaxi, morango, maçã, melancia ou melão. Do décimo primeiro ao décimo nono, saem as frutas e entram os carboidratos. Do vigésimo dia ao trigésimo quinto, entram as proteínas". Credidio explica que a autora da dieta não se baseou em nenhum estudo científico para criar o cardápio.

Composta por três fases (10 dias com frutas, outros 10 dias sem frutas e somente com massas, pães, arroz e cereais, nos 15 dias restantes entram apenas carne, leite e ovos), a dieta não restringe quantidades em nenhuma etapa e promete enxugar de 5 a 10 quilos no período de 35 dias. Grande parte desse peso é perdida logo na primeira etapa, já que os líquidos são eliminados mais rapidamente por causa do efeito diurético das frutas.

Como é feita
Do primeiro ao décimo dia, o cardápio é composto somente por frutas, a criadora da dieta consumiu somente abacaxi e seus seguidores não fugiram à regra.

Na segunda etapa (do 11º ao 20º dia), eliminam-se as frutas e entram os carboidratos como massas, pães, cereais e arroz. Na terceira fase, que vai do vigésimo primeiro dia até o final, no trigésimo quinto, saem os alimentos das primeiras fases e entram as proteínas como carnes, leite e ovos. Não há limitação de quantidade em nenhuma das três fases. Durante todas elas, a pessoa deve comer cinco vezes ao dia. Nos lanches da segunda e terceira etapas é recomendado uma fatia de abacaxi ou uma porção de outra fruta, desde que tenha baixa caloria.

Para o nutrólogo, a primeira fase pode ser decisiva e ele não recomenda que a dieta seja seguida além dos 35 dias sugeridos. "A dieta é difícil de seguir, tem pouca aderência logo na primeira fase e uma desistência muito grande até o final. Isso porque depois de uma semana comendo apenas frutas, o organismo está deficiente. A pessoa se sente cansada e indisposta. Isso acontece porque as frutas não são ricas em proteínas, cereais ou minerais e também porque não trazem energia."

------------------------

Dieta de Beverly Hills.

Promessa
Quem seguir corretamente todas as fases dessa dieta, pode perder entre 5 e 10 kg por mês.

Contraindicação
A fase inicial, com frutas, tem efeito desintoxicante, além de ser rica em fibras e vitaminas antioxidantes. Comer à vontade também pode ser uma vantagem, contanto que o alimento esteja no grupo permitido. Apesar desses benefícios, a Beverly Hills é radical e tem alguns pontos negativos. Segundo a nutricionista Leda Sequeira Pinheiro, do Rio de Janeiro, o correto é seguirmos uma alimentação equilibrada. "O ideal é fazer uma reeducação alimentar. No caso de uma dieta à base de frutas, ela deve ser voltada para a desintoxicação, e não emagrecimento. Uma pessoa saudável até pode passar três dias (o ideal é não ultrapassar esse prazo) comendo somente frutas, mas seu organismo sentirá falta de proteínas, dentre outros nutrientes."

Para Credidio, as restrições alimentares são prejudiciais ao organismo. "Alguns pacientes meus, que comeram alimentos de uma única classe durante essa dieta, tiveram anemia e crises alérgicas."

------------------------

Emagrecer Urgente

Emagrecer Emagrecimento Dietas Emagrecedor