Inulina a fibra que emagrece até 17kg.

Emagrecedor

--------------------------

Inulina a fibra que emagrece.

Inulina
É uma fibra solúvel encontrada naturalmente em uma grande variedade de plantas.
A inulina faz parte de uma nova categoria de componentes alimentares, os chamados compostos bioativos ou nutrientes funcionais, que não se tratam apenas de nutrientes tradicionais (carboidratos, proteínas, lipídeos, vitaminas, minerais, fibras e água), mas sim, de compostos que fornecem benefícios adicionais específicos à saúde.

É uma fibra solúvel encontrada naturalmente em uma grande variedade de plantas, como cebola, alho, alho poro, chicória, aspargos, alcachofra, dália, banana, trigo, cevada, centeio e yacon, sendo que na chicória, dália e yacon, o teor pode chegar a 20% do peso

Enquanto fibra alimentar, a inulina não pode ser digerida pelo organismo humano, sendo assim, apresenta valor calórico muito baixo e estimula o funcionamento intestinal. Por ser solúvel, reduz a velocidade e o grau de absorção de açúcar e gordura dos alimentos.

No intestino grosso reside uma infinidade de bactérias, que podem ser benéficas à saúde ou causadoras de doenças. De maneira geral, se houver maior número de bactérias benéficas que prejudiciais, elas conseguem desempenhar suas funções, evitam a ação das bactérias patogênicas e cria-se um ambiente intestinal saudável. É justamente aí que entram as fibras prebióticas (como a inulina): servem de alimento para as bactérias benfeitoras, que podem então se multiplicar e atuar mais fortemente contra as prejudiciais, evitando a ocorrência de diarréias, doenças inflamatórias intestinais e infecções em geral.

A fermentação da inulina pela flora intestinal gera ácidos graxos de cadeia curta que servem de alimento para as células intestinais, facilitando seu funcionamento e tornando-as mais saudáveis. Com isso, ocorre aumento da absorção de alguns minerais, como o cálcio.

--------------------------

inulina beneficios.

A inulina é um nutriente funcional ou nutracêutico, composto por frutose, encontrado
naturalmente em inúmeros vegetais, como por exemplo a chicória e o yacon. Esse nutriente,
considerado uma fibra alimentar solúvel, é chamado de alimento prebiótico devido sua função
exercida no organismo humano (nutriente que serve de alimentos para as bactérias intestinais).
Ao contrário dos outros nutrientes pertencentes a classe dos Frutooligossacarídeos
(FOS), a inulina é resistente à ação das enzimas gástricas, fazendo com que ela não sofra
digestão no estômago, chegando assim intacta ao intestino. Desse modo, esse nutriente
influencia diretamente a função intestinal.
Apesar desse nutriente ser um tipo de açúcar, sua glicose não é totalmente absorvida
pelo organismo, podendo ser usada por diabéticos pois não altera a glicemia.
Em termos calóricos, o corpo humano aproveita cerca de 1,5 calorias por grama, contra 4
dos outros carboidratos, podendo também ser usada em dietas restritivas para fins de
emagrecimento.
Atualmente a inulina só é produzida no exterior, assim sendo, 100% da inulina encontrada
no Brasil é importada e passa por aprovação de órgãos responsáveis.
BENEFÍCIOS
Existem inúmeros benefícios do uso da inulina por indivíduos saudáveis ou enfermos,
dentre os principais destacam-se:

------------------------

A inulina é um frutano.

A inulina é um frutano, polissacarídeo da frutose com uma unidade de glicose terminal. de origem vegetal, formula C6nH10n+2O5n+1 e CAS nº 9005-80-5. O polímero da frutose é particularmente abundante nas raizes da chicória, de onde é extraída industrialmente. Também é encontrada em outros vegetais que pertencem a família das Asteraceae, principalmente nos tubérculos do tupinambo ( Helianthus tuberosus) e cebolas da Dahlia. No final da temporada, com as primeiras geadas, a inulina sofre uma hidrólise que provoca uma baixa do seu rendimento.
A inulina, por não ser digerida pelas enzimas do intestino humano, é considerada como fibra alimentar insolúvel. Desta maneira, a inulina alcança o cólon onde é utilizada pela flora microbiana.
A inulina é utilizada na indústria como ingrediente para a preparação de diversos produtos agro-alimentares. O grau de polimerização condiciona a sua funcionalidade. Os polímeros que apresentam menos de dez unidades de frutose são denominados frutooligossacarideos ou oligofrutoses, sendo utilizados como adoçantes; aqueles que apresentam mais de dez unidades não apresentam características adoçantes, sendo usadas para melhorar a textura dos alimentos em substituição as matérias graxas.

------------------------

FIBRAS SOLÚVEIS E INULINA: PORQUE, QUANDO E QUANTO PRESCREVER?

FIBRAS SOLÚVEIS E INULINA: PORQUE, QUANDO E QUANTO PRESCREVER?
A inulina é um polímero linear de frutose pertencente ao grupo de frutanos. Ela é considerada como fibra alimentar, sendo encontrada naturalmente em uma variedade de plantas, como vegetais, principalmente na cebola, além dos cereais como trigo, a cevada, o centeio (1). Na indústria a inulina é isolada e adicionada em alimentos para aumentar o teor de fibras (2).
Também classificada como fibra alimentar, as fibras solúveis normalmente são fermentadas rapidamente, enquanto as insolúveis são lentamente ou apenas parcialmente fermentadas. Os componentes das fibras alimentares não são absorvidos no intestino grosso e são fermentados por bactérias intestinais (1). O resultado da fermentação é a produção de ácido lático, ácidos graxos de cadeia curta (AGCC) e gazes (2). Cada um desses componentes leva a consequências fisiológicas.

A produção de ácido lático leva a redução do pH no lúmen intestinal e isso promove o crescimento de bactérias benéficas, como as bifidobactérias e os lactobacilos (3). Essas bactérias trazem benefícios ao hospedeiro, como a elevação da biomassa bacteriana e, consequentemente, o aumento do bolo fecal (diminuindo o tempo de trânsito intestinal e aumentando o peristaltismo intestinal), e a melhora na absorção de minerais, como o cálcio (4). Os AGCC são a principal fonte de energia dos enterócitos (5). Além disso, as fibras solúveis formam um gel, ligando-se com moléculas de água, e isso pode acarretar em maior tempo de esvaziamento gástrico, aumentando a saciedade e diminuindo a taxa de absorção de glicose, triglicérides e colesterol (6).
Através desses benefícios fisiológicos, as fibras solúveis e a inulina estão sendo recomendadas para algumas situações clínicas, como na constipação intestinal, na dislipidemia e na melhora da absorção de cálcio, o que poderia prevenir a osteoporose (7). Além disso, ainda existem estudos demonstrando o beneficio da suplementação de fibras em pacientes com Diabetes Mellitus tipo II e na modulação da microbiota de pacientes críticos (8,9).

-----------------------------

Emagrecedores

Emagrecer Emagrecimento Dietas Emagrecedor