Licopeno -Licopeno emagrece até 17kg.

Emagrecedor

--------------------------

Licopeno.

Licopeno, um benefício para o nosso organismo!
Encontrado principalmente nos tomates, o licopeno é um carotenóide na qual dá a cor vermelho para o tomate, goiaba, melancia e outros alimentos. Esse antioxidante quando é absorvido pelo organismo, ajuda impedindo e reparando danos às células na ação dos radicais livres.
É uma substância famosa por prevenir câncer de próstata, e também por afastar riscos a doenças cardiovasculares.
Recomenda-se consumir pelo menos 1 (um) tomate, 3 (três) vezes por semana, pois ao adotar esse hábito ele ajuda a prevenir tumores e reduzir as taxas de colesterol no organismo. Previne também a formação de placas de gordura nas artérias, ajudando assim o sangue circular e com isso há uma redução nos riscos de desenvolver doenças cardiovasculares.
O licopeno ajuda a retardar também o envelhecimento das células e pode assim proteger contra os danos causados pelos raios ultravioletas. Essa substância se torna ainda mais eficiente quando o tomate é cozido. Por isso recomendamos os molhos de tomates naturais.
Algumas pesquisas dizem que o tomate pode reduzir em até 50% o risco de câncer de próstata, mas o licopeno também tem possibilidades de atuar contra tumores de esôfago, pele e pulmão.
O tomate também oferece potássio, vitamina A, fibras e ácido fólico. Esses nutrientes são importantes para o equilíbrio do organismo, já que ajudam na boa digestão, preservando a saúde do sistema nervoso e dos músculos, melhorando a aparência da pele e prevenindo problemas cardiovasculares.
Ao aquecer o tomate e regar com um fio de azeite, a absorção e a ação benéfica do licopeno tem mais eficácia. Mas ao optar pelo alimento cru em saladas e outros pratos, o organismo ganhará uma boa dose de vitamina C, nutriente este que acaba contribuindo com a proteção contra as doenças cardiovasculares.
A quantidade de licopeno encontrado em produtos processados depende das condições de processamento e composição dos alimentos de origem. Os níveis de licopeno nos produtos processados são mais elevados do que os encontrados nos alimentos crus, pois essa concentração do produto há no processamento do mesmo, como por exemplo, na pasta e no purê de tomate.
A cada 100g de tomate maduro podem fornecer até 20mg de licopeno. O suco de tomate tem cerca de 150mg de licopeno/litro e o catchup tem cerca de 100mg/kg do produto. Cerca de 30mg da substância (também encontrada na goiaba, pimenta e pimentão vermelhos, morango e melancia) já é capaz beneficiar a saúde do nosso organismo.

--------------------------

As funções do licopeno do tomate e seupapel na saúde humana.

As funções do licopeno do tomate e seupapel na saúde humana
Carotenóides, compostos encontrados em frutas e vegetais,beneficiam a saúde humana por desempenhar um importante papelno funcionamento celular. A importância do carotenóide beta-caroteno na dieta, o precursor da vitamina A, tem sido reconhecidapor muitas décadas. Mais recentemente, o licopeno, carotenóidevermelho encontrado predominantemente em tomates e em algunsfrutos e vegetais, tem despertado substancial interesse entrepesquisadores da área médica. Acredita-se que o licopeno pode ser benéfico em patologias como câncer e doença coronariana, bemcomo em outras condições crônicas. Essas alegações têm sidoestudadas extensivamente, em estudos epidemiológicos,investigações bioquímicas das propriedades do licopeno e atravésda avaliação da biodisponibilidade do licopeno em dietas baseadasem tomates. Este artigo resume o estado atual do conhecimentodas propriedades do licopeno, seu potencial papel na saúdehumana e áreas para futuras pesquisas com esta substância.

------------------------

Suplemento alimentar LICOPENO.

Suplemento alimentar LICOPENO

Pode ser usado para neutralizar os radicais livres - as moléculas livres altamente instáveis - exercendo um efeito
preventivo contra o câncer; Diminui significativamente a incidência de tumores mamários e câncer de próstata; Protege o
sistema cardiovascular e é associado à redução de tumores do trato digestivo.
Propriedades:
Os cientistas acreditam que o excesso de estresse oxidativo é um fator importante para o início e desenvolvimento de
arterosclerose, câncer, catarata, artrite e outras doenças degenerativas. A exposição a altos riscos ambientais, tais como
fumo, poluição ou radiação, aumenta o estresse oxidativo para além da habilidade que o sistema de defesa do organismo tem
para enfrentá-lo. O mecanismo que nos protege contra os radicais livres enfraquece com a idade. Portanto, os idosos, os
fumantes e aqueles expostos a perigos ambientais, são mais vulneráveis a doenças degenerativas(2).
Graças à sua estrutura química singular única, o Licopeno é o melhor supressor biológico de radicais livres conhecido,
especialmente aqueles derivados de oxigênio. Descobertas recente indicam que o Licopeno tem uma participação importante
no mecanismo natural que protege o organismo dos efeitos prejudiciais dos radicais livres, nos protegendo, desta forma,
contra a manifestação de doenças degenerativas(2).
A evidência científica já estabeleceu que os carotenóides, como o Licopeno, são essenciais para a nutrição humana.
Eles podem também desempenhar um papel vital na prevenção de doenças degenerativas através da melhoria do sistema
imunológico, inibição mutagênese e redução dos danos nucleares induzidos. Pesquisas clínicas indicam claramente que o
Licopeno reduz a oxidação LDL e ajuda a reduzir os níveis de colesterol no sangue, reduzindo desta forma o risco de ataque
cardíaco(2).
As propriedades antioxidantes e de supressão de oxigênio atômico do Licopeno estão bem documentadas. O Licopeno
está presente naturalmente no plasma humano em maiores quantidades que qualquer outro carotenóide da dieta alimentar(2).
Licopeno é uma substância carotenóide e quimicamente com uma estrutura única que consiste em uma cadeia longa
de ligações duplas conjugadas, mais longas que qualquer outro carotenóide Esta configuração é responsável pela habilidade do
Licopeno para anular radicais livres. É um antioxidante que pode doar elétrons para suprimir e neutralizar as moléculas de
oxigênio de radicais livres antes que elas prejudiquem as células e quando absorvido pelo organismo, ajuda a impedir e
reparar esses danos. Os radicais livres são produzidos durante funções normais do corpo humano, como respiração e atividade
física. Também são formados como resultado do hábito de fumar, superexposição ao sol, poluição do ar e estresse. São
altamente reativos e, se não controlados, podem danificar as moléculas importantes das células saudáveis do corpo humano.
Isso pode contribuir para o desenvolvimento de várias doenças, como câncer e doenças cardiovasculares

------------------------

Licopeno é uma substância carotenóide.

Licopeno é uma substância carotenóide que dá a cor avermelhada ao tomate, melancia, goiaba, entre outros alimentos. É um antioxidante que, quando absorvido pelo organismo, ajuda a impedir e reparar os danos às células causados pelos radicais livres.
Os radicais livres são produzidos durante funções normais do corpo humano, como respiração e atividade física. Também são formados como resultado do hábito de fumar, superexposição ao sol, poluição do ar e estresse. São altamente reativos e, se não controlados, podem danificar as moléculas importantes das células saudáveis do corpo humano. Isso pode contribuir para o desenvolvimento de várias doenças, como câncer e doenças cardiovasculares.
Assim como o betacaroteno, o licopeno é transportado no sangue humano por meio de lipoproteínas, principalmente a LDL. A principal função da LDL é fornecer colesterol para as células do corpo e, ao fazer isso, também fornece licopeno e betacaroteno. Os maiores níveis de licopeno e betacaroteno são encontrados no fígado (principal local de armazenamento). No tecido adiposo, a taxa de carotenóides é muito baixa. No entanto, devido à quantidade total de tecido adiposo no organismo, também pode ser um importante local de armazenamento.
A melhor fonte de licopeno é o tomate. É um alimento pouco calórico, com seus efeitos antioxidantes, fonte de fibras e bem utilizado na culinária pela sua cor, melhorando a aparência dos pratos. O tomate é matéria prima que pode entrar em diversas refeições. Quanto maior a concentração de tomate em uma receita, maior o teor de licopeno e os benefícios por ele proporcionados. Este possui maior aproveitamento quando combinado a uma pequena quantidade de gordura, preferencialmente do tipo monoinsaturada.
Encontra-se presente em alimentos como o tomate (média de 3,31 mg em 100 g) e o mamão (média de 3,39 mg em 100 r). A absorção do licopeno é maior quando o alimento em questão é cozido, pois o rompimento das paredes celulares facilita o contato deste com a mucosa intestinal. O licopeno da melancia e do mamão é muito biodisponível (em torno de 60%), enquanto o do tomate cru está em 13%, contra 70% do mesmo quando cozido. Assim sendo, alimentos como a massa e o molho de tomate são ótimas fontes desse antioxidante valioso e barato.
Existem algumas evidências de que o consumo regular de licopeno diminui a probabilidade do indivíduo ter câncer de próstata e dos pulmões1. De fato, estudos australianos em fase avançada estão demonstrando que o uso regular do licopeno reduz a incidência de alguns tumores viscerais.

-----------------------------

Emagrecedores

Emagrecer Emagrecimento Dietas Emagrecedor