novidades para emagrecer -novidades para emagrecer até 17kg.

Emagrecedor

--------------------------

novidades para emagrecer.

Você sabe quanto vale 200 calorias?
Site fotografa porções de diferentes alimentos com o mesmo valor calórico e mostra o que vale mais a pena na dieta
ara quem está de dieta, conferir o número de calorias no rótulo dos alimentos pode ser a atitude mais comum e até automática para evitar os exageros no prato. Porém, sem uma fonte pronta como a tabela nutricional para consultar, fica difícil imaginar quantas calorias uma refeição pode ter.

Pensando nisso, o site Wise Geek desenvolveu um projeto para mostrar quanto vale 200 calorias. Para tanto, eles fotografaram porções de diferentes alimentos, todas com o mesmo valor calórico.

Pelas imagens, fica fácil entender porque é vantajoso comer vegetais em vez de um cheeseburguer, isso sem nem levar em consideração a quantidade de nutrientes. Isso porque se você escolher a primeira opção poderá consumir mais de 500 gramas de cenoura ou brócolis, enquanto se escolher o fast food, vai poder ingerir apenas metade de um pequeno sanduíche – o que nem de longe mata a fome.

Assim, para saber quais as melhores escolhas que levam ao emagrecimento, confira algumas das fotos produzidas pelo site para representar 200 calorias. Esse valor foi escolhido por representar uma quantia expressiva de vários tipos de alimentos.

--------------------------

Conheça as novidades para emagrecimento que viraram febre.

Conheça as novidades para emagrecimento que viraram febre
Aqueles que querem emagrecer e nunca investiram nas novidades da dieta que atirem a primeira pedra. São tantos óleos, grãos e até novos medicamentos entrando em cena que é difícil não sentir vontade de experimentar. No entanto, nem sempre os modismos são realmente as melhores opções quando o objetivo é emagrecimento, ou mesmo para o tratamento da obesidade. Nós separamos aqui os temas de dieta que viraram febre em 2012 e mostramos para você o que funciona e o que é melhor deixar de lado na luta contra a balança:
Óleo de coco

Ele é uma gordura saturada de origem vegetal que está fazendo a cabeça não só de quem está de dieta, mas até daqueles que precisam controlar problemas de saúde. "O produto 100% natural apresenta propriedades que favorecem a perda de peso, reduzem o colesterol ruim e até controlam os níveis de açúcar no sangue", aponta a nutricionista Cátia Medeiros, da clínica Espaço Nutrição, em São Paulo. Entenda como ele age no seu organismo e favorece o emagrecimento.

------------------------

Os shakes para emagrecer que são novidade no mercado.

Os shakes para emagrecer que são novidade no mercado
Se você é fã de shakes para emagrecer, fique ligada! Tem novos sabores no mercado. Confira as novidades
Shakes para emagrecer são práticos, eficientes e saborosos. O segredo para não enjoar é variar no sabor e não exagerar na dose. Veja alguns sabores que podem deixar sua dieta mais saborosa e conheça os shakes que são novidades no mercado.
Lançamento - Shake de cappuccino - Herbalife
Lançado no final de 2011, o shake de cappuccino é formulado com café, cacau em pó e não contém açúcar. Ele é feito com proteína concentrada do soro do leite, proteína isolada de soja, e contém fibras na proporção indicada pela OMS (Organização Mundial de Saúde). O diferencial do shake é que pode ser bebido quente ou frio e tem cerca de 210 calorias por copo.

------------------------

Novidades no mundo do emagrecimento.

Novidades no mundo do emagrecimento
Medicamento pode ajudar a manter peso após o emagrecimento

Obs: Esta notícia foi publicada na revista Veja esta semana. A grande diferença do momento científico que estamos vivendo é que paramos de olhar para a obesidade como falta de força de vontade ou culpa e encaramos como doença, com alterações hormonais significativas, sérias repercussões e necessidade de um tratamento adequado de apoio.

Um novo fármaco, ainda em fase de testes em ratos, desenvolvido nos EUA, deve ajudar o doente não só a perder peso, mas a manter a forma por um longo período de tempo – um dos grandes desafios enfrentados por quem luta contra a balança. O medicamento, apresentado na revista Cell Metabolism, aumenta a sensibilidade do paciente à hormona leptina, um supressor do apetite encontrado naturalmente no nosso corpo, avança a revista VEJA.

"Ao sensibilizar o corpo à leptina, o novo fármaco não só promove a perda de peso, mas também ajuda a manter o peso após a perda", diz George Kunos, investigador do Instituto Nacional de Abuso de Álcool e Alcoolismo dos EUA e coordenador do estudo. "Estas descobertas podem ajudar no desenvolvimento de uma nova classe de compostos para o tratamento da obesidade e das suas consequências metabólicas".

Embora a leptina aja como um supressor do apetite, suplementos que continham a hormona não foram efectivos a reduzir o peso em humanos. Segundo os cientistas, isso acontecia porque, com o passar do tempo, os doentes perdiam a sensibilidade à hormona, e a vontade de comer retornava. A leptina ainda estava lá, em grandes quantidades, mas o corpo parava de responder à substância.

Embora os investigadores não saibam o processo exacto pelo qual isso ocorre, eles sabem que os receptores de canabinóides do nosso corpo estão envolvidos no processo (os canabinóides são as estruturas responsáveis pelos efeitos – e pela fome – que os consumidores de cannabis sentem depois de usar a droga).

Em 2006, um grupo de investigadores pensou que bloquear esses receptores, e não aumentar a quantidade de leptina, pudesse ser um modo mais efectivo de perder peso a longo prazo. Eles desenvolveram uma nova droga contra a obesidade chamada Rimonabant. O medicamento foi comercializado na Europa durante alguns anos, mas foi retirado do mercado por causa de sérios efeitos secundários psiquiátricos, como ansiedade e depressão.

Pensando em diminuir esses efeitos secundários, os investigadores do Instituto Nacional de Abuso de Álcool e Alcoolismo desenvolveram um novo fármaco que atinge os receptores de canabinóides, mas que não consegue entrar no cérebro com a mesma facilidade que o Rimonabant. Eles testaram o composto, conhecido como JD5037 em ratos obesos. A substância suprimiu o apetite dos animais, causando a perda de peso, e melhorou a sua saúde metabólica, deixando os animais mais sensíveis à hormona leptina. Os ratos não apresentaram sinais de ansiedade ou outros efeitos comportamentais.

-----------------------------

Emagrecedores

Emagrecer Emagrecimento Dietas Emagrecedor