suplemento oxido nitroso -suplemento oxido nitroso faz Emagrecer até 17kg.

Emagrecedor

--------------------------

suplemento oxido nitroso.

NO2 - Óxido Nítrico
Os suplementos precursores de óxido nítrico tem se tornado um dos mais vendidos em todo mundo. E se metade dos benefícios que grande parte dos usuários e fabricantes reportam forem notados, isto já é uma razão mais do que suficiente para este enorme sucesso.

NO (óxido nítrico) é um gás natural formado de nitrogênio e oxigênio. A produção de óxido nítrico ocorre quando o aminoácio L-arginina é convertido para o aminoácio L-citrulina através de um grupo de enzimas conhecida como Óxido Nítrico Sintase (NOS). O Óxido Nítrico tem sido relacionado com a melhora do desempenho físico por provável diminuição da fadiga muscular, decorrente da melhor perfusão sanguínea sobre os músculos esqueléticos. O Óxido Nítrico está relacionado à potencialização dos estímulos do exercício ao nível da musculatura esquelética, proporcionando o aumento de força e de massa muscular, quando associado a um programa de treinamento com pesos.

O Óxido Nítrico está ligado à melhora dos processos metabólicos relacionados com a atividade física, uma vez que ocorre melhor perfusão sanguínea ao nível muscular, proporcionando maior aporte de nutrientes (os músculos são capazes de produzir energia durante mais tempo) e de oxigênio (evitando e/ou protelando o processo de anaerobiose), ao mesmo tempo que favorece a eliminação das substâncias tóxicas acumuladas durante a prática da atividade física, facilitando o processo de recuperação muscular.

Suplementos protéicos ricos em determinados aminoácidos são conhecidos como precursores da produção de Óxido Nítrico no organismo. As proteínas ingeridas são degradadas até arginina, que podem ser diretamente absorvidas ou transformadas em ornitina que, juntamente com a glutamina secretada como glutamato, são convertidas em citrulina. A citrulina absorvida se transforma em arginina. A citrulina também pode ser convertida diretamente em L-arginina no citoplasma das células endoteliais e dos macrófagos. A arginina é precursora da formação do Óxido Nítrico (NO) no organismo.

Em maio de 1996, um documento escrito pela Royal Society and Association of British Science Writers, já começava a tratar das novas descobertas que estavam sendo feitas sobre o óxido nítrico. Com relação a comparação da eficácia de suplementos precursores de óxido nítrico e creatina, nada melhor do que consultar o Ed Byrd, o qual introduziu o primeiro suplemento de creatina e óxido nítrico no mercado.

"Como você já deve saber, a Creatina causa uma volumização da célula ao jogar água entre os pequenos espaços dentro das células musculares. Isso aumenta o tamanho, porém você pode parecer meio "fofo". O mecanismo do NO2, por outro lado, cria pumps massivos."

--------------------------

Óxido Nítrico NO2.

Óxido Nítrico NO2
Funciona como um Hemodilatador, aumentando a passagem de sangue pelas veias consequentemente a força.
- Do mesmo criador da Creatina
- Bombeamento muscular permanente de 5 a 7 dias de uso.
- Ganho rápido de massa muscular.
- Maior Vascularização (Veias saltadas) .
- Ganho surpreendente de força.
- Aumentos consideraveis de carga nos exercícios.
- Mais resistência e fôlego.
- Ganhador do prêmio de melhor suplemento construtor de massa muscular nos Estados Unidos.
- Misturando com outros suplementos você pode ganhar o dobro de força, como por exemplo o Whey Protein e a Creatina.

------------------------

O que é Óxido Nítrico (NO2).

O que é Óxido Nítrico (NO2) ?

Suplementos geradores de Óxido Nítrico (NO2), foi inventado pelo mesmo cientista que introduziu a Creatina no mercado em 1993 - Ed Byrd, co-fundador de EAS™ e agora o presidente de MRI™ (Medical Research Institute).

Com o Óxido Nítrico, (NO2), criou-se uma nova e revolucionária categoria de construtores de músculos conhecida como HEMODILATADORES.

Óxido Nítrico (No2) atua no músculo como molécula sinalizadora responsável pelo fluxo de sangue (hemodilatação), transporte de oxigênio, equilíbrio da glicose, velocidade de contração muscular, produção de energia e crescimento do músculo.

Gerando e dando sustentação aos níveis de óxido nítrico (No2) no organismo você poderá obter benefícios duradouros para o incremento muscular, este benefícios incluem: aumento dos indicadores de crescimento-muscular para obter ganhos mais rápidos de massa magra, aumento da velocidade de contração da fibra muscular gerando maior força, completa recuperação muscular após exercício e aumento do Índice de Resistência (EI) física.

Além disso, o óxido nítrico (No2) contido nos suplementos de hoje provê uma hemodilatação sustentável (forte e contínuo bombeamento sanguíneo para os músculos) onde seus músculos ficam mais cheios e "bombeados permanentemente", mesmo após o término do treino.

Antes da introdução dos suplementos geradores de óxido nítrico (No2), a hemodilatação só acontecia durante a sessão de musculação intensa e que permanecia por um tempo relativamente breve, quando você pára de treinar, o músculo fica "frio" e diminui de tamanho. Agora, com as pesquisas e formulações de hoje, é possível obter a hemodilatação durante o dia todo! Isso significa maiores resultados e ganhos mais rápidos para você. E é claro, um "bombeado permanente". A sensação é como se você ficasse com o "músculo quente" o dia todo, mesmo muito tempo depois de ter terminado o treinamento.

A L-Arginina é precursora na gênese do Óxido Nítrico (No2). O No2 é uma molécula que apresenta múltiplas funções no organismo. Dentre estas funções, temos a estimulação da resposta imunológica mediada por linfócitos e macrófagos; a redução da hiperagregabilidade plaquetária e a manutenção do tônus vascular na regulação da pressão arterial que envolve um equilíbrio dinâmico entre o Óxido Nítrico (No2) e as endotelinas. O Óxido Nítrico (No2), produzido nas células endoteliais a partir da L-Arginina, determina uma vasodilatação.

A L-Arginina aumenta a liberação do hormônio do crescimento que se encontra diminuída em indivíduos idosos. Existem evidências, também, demonstrando a ação benéfica da L-Arginina nos processos de cicatrização. A L-Arginina age como defatigante e nos diversos tipos de astenia. Age também como coadjuvante no tratamento dos processos infecciosos em geral, inclusive nos causados pelo estresse. A L-Arginina reforça, ainda, a capacidade muscular.

Por outro lado, o óxido nítrico (No2) está envolvido diretamente no controle e manutenção da ereção do pênis, e por isso ele é a substância chave dos medicamentos utilizados para isso, como o VIAGRA, CIALIS e LEVITRA.

------------------------

SUPLEMENTOS DE ÓXIDO NÍTRICO FUNCIONAM?

SUPLEMENTOS DE ÓXIDO NÍTRICO FUNCIONAM?
Os suplementos nutricionais de óxido nítrico (NO) estão entre os que mais cresceram nos últimos 5 anos. Com frequência são lançadas novas combinações de produtos que alegam melhorar o rendimento de atletas via aumento de NO. Mas, será que esses suplementos são eficazes em melhorar o rendimento? Quais são as bases fisiológicas para os possíveis efeitos do NO?
Primeiro é importante lembrar que a indústria de suplementos funciona no sentido inverso das farmacêuticas. Por questões governamentais, qualquer medicamento lançado no mercado deve ter sua eficácia e segurança testadas antes de ser liberado no mercado. Contrariamente, muitos suplementos são lançados e depois de algum tempo são testados seus efeitos reais e adversos. E mesmo esses testes não são frequentes. Por esta razão cabe aos estudiosos de nutrição esportiva investigar os reais benefícios de tais produtos.

Um dos autores que mais escreve sobre os suplementos de NO, o Dr. Richard J. Bloomer, desenvolveu uma série de experimentos com o suplemento para avaliar o seu potencial na melhora da performance e na recuperação muscular e os resultados não foram os mais animadores.
Os suplementos de NO supostamente melhoram o rendimento porque estimulam a produção de óxido nítrico no organismo. Sabe-se que o óxido nítrico é um potente vasodilatador que atua sobre a musculatura lisa e tem funções como inibição da agregação plaquetária. Além disso, o NO aumenta o fluxo sanguíneo em repouso e durante o exercício e há evidências de que ele atue na atrofia e hipertrofia muscular. Por esta razão, diversas indústrias começaram a investir em produtos que estimulassem a produção de NO, principalmente por acreditarem que tais suplementos elevariam o fluxo sanguíneo para a musculatura e, consequentemente, melhorariam o aporte de oxigênio e também de nutrientes para os músculos. O resultado, teórico, seria melhora do rendimento e da recuperação da musculatura. Atualmente, os produtos mais comercializados para aumento de NO são a L-arginina (aminoácido precursor do óxido nítrico), a Propionil-L-Carnitina e a Glicina Propionil-L-Carnitina – PLC e GPLC (ambas parecem atuar sobre diferentes mecanismos na estimulação de NO). Por conta disso, os suplementos disponíveis no mercado alegam que os compostos são capazes de estimular a síntese de NO e promover melhora nos treinos e provas.
Mas, como eu sempre aviso nos meus textos, quando falamos de suplementos devemos ter muito cuidado entre o que é teoria e o que é prática. E, nesse caso, a prática também se contrapõe à teoria. O autor citado acima (Dr. Bloomer) realizou diversos testes com esses suplementos e não encontrou aumento do fluxo sanguíneo na musculatura nem melhora de rendimento com o uso de tais suplementos. Inclusive, alguns suplementos nem promoveram aumento do NO no organismo. Por conta destes achados o autor levanta alguns pontos importantes para o uso do suplemento:
Os primeiros testes realizados com L-arginina que resultaram em aumento de óxido nítrico no organismo foram realizados com produto injetável. Os produtos comercializados foram elaborados para serem ingeridos e digestão pode alterar a biodisponibilidade da L-arginina.
Além de serem injetáveis, os estudos que observaram aumento de NO após uso de L-arginina, PLC e GPLC utilizaram doses consideradas altas do produto (de 20 a 30 gramas). Para se ter uma ideia, os suplementos comercializados apresentam doses de 3 a 5 gramas (no máximo 10 gramas). O problema de elevar as doses consumidas envolve os possíveis efeitos colaterais. Sabe-se que o NO participa de apoptose celular (morte de células) e não se sabe se o consumo excessivo do produto pode provocar, em médio e longo prazo, efeitos deletérios ao organismo.
Outro ponto importante levantado pelo autor é ainda anterior à questão do aumento do NO. Ele questiona se o aumento de NO irá mesmo elevar o fluxo sanguíneo na musculatura e melhorar o rendimento, como os suplementos se propõem.
O último ponto abordado nos artigos é: será que o aumento do NO é o fator limitante no aumento do fluxo sanguíneo? Ocorrem muitas reações no organismo e não há evidências de que esta seja exatamente a parte crítica do processo.
Os suplementos de NO são mais um exemplo de suplemento lançado no mercado sem comprovação científica. Para aqueles que são adeptos fica a dúvida: será que os efeitos sentidos são mais por conta do placebo do que por conta do produto? Eu, particularmente, acredito que sim.

-----------------------------

Emagrecedores

Emagrecer Emagrecimento Dietas Emagrecedor