suplementos para academia -suplementos para academia Emagrece até 17kg.

Emagrecedor

--------------------------

suplementos para academia.

Mitos e verdades sobre os suplementos de academia
Veja o que é mito e verdade acerca de alguns dos principais suplementos alimentares que prometem otimizar os resultados nas academias
A busca por componentes extra-alimentares está cada vez mais usual entre os frequentadores das aulas de aeróbica e musculação. Mas, especialista alerta sobre os exageros, produtos não liberados e impróprios para alguns atletas.

A preocupação em manter um corpo bonito está impulsionando o mercado de academias, principalmente no período pré-verão, quando as pessoas ficam motivadas para usar roupas mais curtas e confortáveis. De acordo com o Serviço Brasileiro de apoio às Micros e Pequenas Empresas (SEBRAE), o Brasil já é o segundo maior mercado de fitness, atrás, apenas, dos Estados Unidos. Na retaguarda desse crescimento está o mercado de suplementos.

Muitos alunos procuram o auxílio desses produtos para acelerar a conquista dos resultados, tanto para emagrecer, quanto para ganhar músculos definidos. O Auxiliar Administrativo, Denilson Teixeira, por exemplo, embora somente há cinco meses na academia, já faz uso de suplementos para otimizar os resultados. "Com a indicação dos professores, utilizo suplementos para proporcionar mais força durante o treino e recuperar a musculatura após os exercícios, como queratina e proteína", diz.

Muitos desses produtos, de fato, ajudam a obter uma performance esportiva melhor, além de diminuir o cansaço e fadiga muscular. No entanto, há diversas marcas não liberadas pela ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária – que são vendidas livremente em lojas especializadas, até mesmo dentro da própria academia. "Esses produtos podem conter substâncias proibidas que oferecem riscos à saúde", alerta a Farmacêutica Especialista em Nutracêuticos e Nutricosméticos, Karina Ruiz, que acaba de lançar o livro "Nutracêuticos na Prática – Terapias Baseadas em Evidências".

Ela também observa que, mesmo os suplementos liberados, deve haver alguns critérios antes de tomá-los, pois há alguns mitos quanto a real funcionalidade de alguns, além das contraindicações que, muitas vezes, não são disseminadas. "Por esta razão, a orientação do profissional é sempre muito importante. O uso de termogênicos, por exemplo, para perder peso, é contraindicado em pacientes com doenças cardiovasculares como hipertensão, uma vez que inúmeros compostos utilizados em formulações termogênicas podem aumentar a pressão. Nesse caso, é possível recorrer a suplementos ricos em cromo, magnésio, alguns fitoterápicos, com citrus, chá mate, irvingia, dentre outros", indica Karina. Ela ainda recorda que um suplemento jamais pode substituir uma refeição balanceada.

--------------------------

Creatina pode fazer mal .

Creatina pode fazer mal

Verdade – Considerado um dos suplementos mais utilizados para oferecer força ao atleta, a creatina pode, dependendo da dose, causar problemas nos rins e no fígado, principalmente em pessoas que já apresentam anormalidades nesses órgãos.

Ao longo do tempo, os suplementos podem deixar de fazer efeito

Mito – Na verdade, o treino deve ser regularmente alterado para causar estímulo aos músculos. Muitas vezes, o suplemento também requer ajuste de dose. Por isso, a necessidade de um profissional especializado.

------------------------

Chá verde queima gordura .

Chá verde queima gordura

Verdade – No chá verde, há substâncias que aceleram a lipólise, quebra da gordura, que se encontra acumulada no tecido adiposo. No entanto, é preciso cautela, especialmente em pacientes com pressão alta, pois, dependendo da dose, o chá verde pode estar associado ao aumento da pressão.

Os suplementos otimizam a força dos músculos, mesmo sem treino

Mito – Para desenvolver a musculatura, é necessário o estímulo, que vem do treino. O suplemento será o substrato necessário para a hipertrofia da célula. Por isso, sem treino, não há lugar para o suplemento.

Nosso corpo produz o ômega-3 que necessitamos

Mito – O ômega-3 é um nutriente essencial, ou seja, só adquirido através da dieta. O organismo não produz ômega-3, por isso, é necessário ingerir fontes deste nutriente (peixes, frutos do mar, algumas sementes).

------------------------

Os suplementos alimentares, se forem mal administrados, oferecem sérios riscos à saúde.

Os suplementos alimentares, se forem mal administrados, oferecem sérios riscos à saúde. Conheça os principais tipos e suas funções antes de recorrer a algum
Os suplementos alimentares entram em cena quando há pressa em ver logo no espelho o resultado da malhação e cumprir o objetivo do corpo bonito no menor prazo possível. Cheio de promessas tentadoras, esses produtos são vendidos livremente em lojas especializadas, sem a exigência de receita médica ou qualquer acompanhamento. Mas nem tudo é tão simples quanto parece. Mal administrados, eles oferecem sérios riscos à saúde.

Se tal interesse as direciona até a sala do nutricionista ou ao consultório médico, tudo bem. O problema é quando os comentários empolgados de uma colega ou uma sugestão do instrutor bastam para que elas se dirijam à primeira loja especializada e saiam de lá com um combinado de produtos que, na realidade, nem conhecem direito.

"A observação do uso indiscriminado desses suplementos motivou a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) a propor que se incluísse no rótulo a informação 'alimento para atletas', na tentativa de limitar o público-alvo. No entanto, ainda não há nenhuma definição sobre o assunto", afirma Murilo Dáttilo, nutricionista do Centro de Estudos em Psicobiologia e Exercício da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Segundo o especialista, existem vários suplementos que podem ajudar quem pratica atividade física, mesmo sem ser atleta profissional. O erro está na autoindicação e no hábito que algumas pessoas têm de utilizar o suplemento como substituto da refeição. "A alimentação equilibrada ainda é a melhor forma de manter o corpo em dia. Afinal, é da dieta que vem a maior parte dos nutrientes que necessitamos. A suplementação só serve para ajustes, não faz milagres", diz.

Ao contrário do que prega o senso comum de que seguir as instruções do rótulo é o suficiente, as características individuais devem ser consideradas e fazem toda a diferença. "A quantidade de suplemento necessária varia de acordo com o peso, a dieta e a rotina de exercícios da pessoa", alerta Alessandra Caviglia, gerente de nutrição das unidades Brooklin e Morumbi da academia Cia. Athletica (SP).

Conheça a seguir os principais tipos de suplementos disponíveis no mercado e suas funções. Mas atenção: nada de escolher o seu sem a orientação certa, para não colocar a saúde em risco em nome da vaidade.

-----------------------------

Emagrecedores

Emagrecer Emagrecimento Dietas Emagrecedor