Carvão Vegetal -Carvão Vegetal utilizado como combustível.

Emagrecimento Rápido

--------------------------

Carvão Vegetal.

Carvão vegetal é uma substância de cor negra obtida pela carbonização da madeira ou lenha. É muito utilizado como combustível para aquecedores, lareiras, churrasqueiras e fogões a lenha.
Considerado um fitoterápico, o carvão vegetal para uso medicinal (carvão ativado) provém de certas madeiras moles e não resinosas (extraído de partes lenhosas, cascas e serragens), obtidos por combustão incompleta, o que lhe confere a capacidade adsorvente.
Desde a antiguidade já se conhece o uso do carvão vegetal. No antigo Egito era utilizado na purificação de óleos e para aplicações medicinais. Na segunda guerra mundial foi utilizado para remoção de gases tóxicos devido a sua capacidade adsorvente sendo um material extremamente poroso. E entre os índios brasileiros também há registro de uso, misturado às gorduras animais no tratamento de tumores e úlceras malignas.
Estudos químicos utilizando carvão ativado detectaram uma redução significativa na produção de gases intestinais nos pacientes tratados, eliminando os desconfortos abdominais. É ainda um notável condutor de oxigênio, sendo um extraordinário eliminador de toxinas.
Devido a sua rapidez de ação, o carvão vegetal é considerado ainda um agente útil no tratamento de envenenamentos. O carvão ativado liga-se ao tóxico residual no lúmen do trato gastrointestinal e reduz rapidamente a absorção deste.
O carvão vegetal tem a propriedade de adsorver substâncias que, em contato com bactérias intestinais, contribuem para a produção de flatulência. Diante dos resultados de estudos, o uso do carvão vegetal é indicado em casos de dores no estômago, mau hálito, aftas, gases intestinais, diarreias infecciosas, disenteria hepáticas e intoxicações.

--------------------------

Carvão Vegetal possui importantes funções como combustível.

O Carvão Vegetal possui importantes funções como combustível, assim como para fins medicinais.
O uso do Carvão Vegetal pela humanidade é conhecido há muito tempo. Já na antiguidade, os homens faziam uso da substância para diversos fins. Os egípcios, por exemplo, utilizavam o Carvão Vegetal para purificação de óleos e também como recurso medicinal. Ao longo dos séculos e milênios o uso da substância foi se intensificando e a evolução da tecnologia revelou outras possibilidades de aplicação para o Carvão Vegetal.

Há registros também da antiga utilização que os indígenas brasileiros faziam do Carvão Vegetal. Este ganhava uso através de sua mistura com gorduras animais para tratamento de algumas doenças como, por exemplo, tumores e úlceras malignas. Ainda que os indígenas não tivessem a completa noção do significado de tais doenças, sua cultura sempre envolveu métodos medicinais naturais para tratamento de seus males.

Já em tempos mais recentes, o Carvão Vegetal foi muito utilizado durante um dos eventos mais marcantes do século XX, a Segunda Grande Guerra Mundial. Nesta ocasião, a substância era utilizada para promover a remoção de gases tóxicos.

O Carvão Vegetal é uma substância que tem como característica ser adsorvente. Isso quer dizer que possui a capacidade de interagir quimicamente e reter materiais sobre sua superfície. Por ser um material extremamente poroso e possuir tal habilidade, o Carvão Vegetal está presente em várias atividades humanas como substância de grande recurso.

A substância é muito utilizada como combustível natural. Em seu estado natural, possui uma cor negra e é obtida através da carbonização da madeira ou da lenha. Para fins energéticos, o Carvão Vegetal serve de combustível para aquecedores, lareiras, churrasqueiras e fogões à lenha.

Mas o Carvão Vegetal tem ainda uma importante e ampla função como substância medicinal, sendo utilizado como um fitoterápico. Neste caso, a substância é oriunda de alguns tipos de madeira mais moles e não resinosas. Assim, a obtenção é feita através da combustão incompleta de partes lenhosas como cascas e serragens.

A ciência revelou e continua revelando importantes utilizações para o Carvão Vegetal. Estudos químicos já demonstraram que a substância é uma grande condutora de oxigênio, possui rapidez de ação e é especial em sua característica adsorvente.

O Carvão Vegetal funciona como um eficaz eliminador de toxinas e por isso é utilizado no tratamento de envenenamentos. O Carvão Vegetal reduz rapidamente a absorção de substâncias tóxicas em tratamentos gastrointestinais. No organismo humano, o Carvão Vegetal atua como redutor da produção de gases intestinais, eliminando desconfortos, cólicas intestinais e flatulências. É indicado para pacientes que sofrem de dores no estômago, mau hálito, aftas, diarréias infecciosas, disenterias hepáticas e intoxicações.

------------------------

carvão vegetal é obtido a partir da queima ou carbonização de madeira.

Carvão Vegetal
O carvão vegetal é obtido a partir da queima ou carbonização de madeira, após esse processo resulta em uma substância negra.

No cotidiano o carvão vegetal é utilizado como combustível de aquecedores, lareira, churrasqueiras e fogões a lenha, além de abastecer alguns setores industriais, como as siderúrgicas.

O carvão também é usado na medicina, nesse caso chamado de carvão ativado oriundo de determinadas madeiras de aspecto mole e não resinosas.

Essa substância tem sido utilizada desde a Antiguidade, na civilização egípcia tinha seu uso difundido na purificação de óleos e uso medicinal. Na Segunda Guerra serviu para a retirada de gases tóxicos a partir de sua elevada capacidade de absorver impurezas sem alterar sua estrutura, em razão de sua composição porosa.

No Brasil há relatos de uso de carvão vegetal por parte dos índios, esses realizavam a mistura da substância com gorduras de animais com finalidade de combater doenças como tumores e úlceras.

O carvão também se destaca na condução de oxigênio e um eficiente disseminador de toxinas. Diante de várias indicações positivas do carvão, pode-se destacar o seu uso no tratamento de dores estomacais, mau hálito, aftas, gases intestinais, diarreias infecciosas, desinteria hepática e intoxicações.

O Brasil ainda faz uso do carvão vegetal na produção industrial, prática que deixou de ser desenvolvida nos países centrais, o país ocupa o primeiro lugar na produção dessa substância. Diante disso, cerca de 85% do carvão produzido é utilizado nas indústrias, as residências respondem por 9% do consumo e o setor comercial como pizzarias, padarias e churrascarias 1,5%.

Apesar dos benefícios apresentados com a utilização do carvão vegetal é preciso analisar as consequências que sua produção provoca. Em primeiro lugar é importante analisar o fator social, quando pessoas adultas e até crianças trabalham nas carvoarias em condições, na maioria das vezes, precárias de trabalho e baixíssimos salários.

Outro fator não menos importante que o primeiro é o ambiental, pois para o desenvolvimento dessa atividade diversas vezes é preciso retirar a cobertura vegetal de importantes composições vegetativas contidas no território brasileiro, que geralmente não são oriunaos de madeiras de reflorestamento ou madeira cultivada para esse fim, pois algumas pesquisas revelam que aproximadamente 78% do carvão produzido no Brasil é de origem de vegetação nativa, o que causa um enorme prejuízo ambiental.

------------------------

Emagrecer Urgente

Emagrecer Emagrecimento Dietas Emagrecedor