Chá da casca da Ameixa Brava -Chá da casca da Ameixa Brava CURA TUDO.

Emagrecimento Rápido

--------------------------

Chá da casca da Ameixa Brava.

AMEIXA BRAVA - Ximenia americana Linn. é um arbusto espinhoso da família das Olacáceas, comum em regiões litorâneas. Tem a casca avermelhada, lisa, muito adstringente Seus frutos são amarelados e comestíveis. Originária da África, América Central, América do Sul: Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador e Paraguai. Nome científico: Ximenia americana L. Sinônimos: Ximenia aculeata Crantz, Ximenia arborescens Tussac ex Walp., Ximenia inermis L., Ximenia montana Macfad., Ximenia oblonga Lam. ex Hemsl., Outros sinônimos. Sleumer (1984). Família: Olacaceae Nomes Populares: Ameixa, ameixa-da-praia, ameixa-brava, ameixa-de-espinho.

INDICAÇÃO: O Chá da casca é empregado externamente para a cicatrização de úlceras e feridas. O uso interno é indicado contra as doenças renais e cardíacas.

COMO FAZER: Para fazer o cataplasma, use 3 colheres de chá de Ameixa brava para meio litro de água fervente. Aplique-a ainda morna, nas partes do corpo que deseja tratar. Substitua as compressas tão logo elas esfriarem. Use de 3 a 4 vezes por dia.

--------------------------

PLANTAS E ERVAS .

PLANTAS E ERVAS

Primeiro é preciso identificar, conhecer bem a planta ou erva.

Não podem ser colhidas à beira de estrada com muito movimento de carros, nem em outros lugares poluídos.

A melhor hora para colher é entre 8 e 10 da manhã; não devem ser colhidas molhadas.

A melhor época também é importante:

Folhas, talos e flores: é bom colher no momento em que as flores se abrirem.

Para as raízes e rizomas: a melhor época de colheita é o outono-inverno, porque estão mais ricas em substâncias.

Ao colher, já colocar o nome da planta num cartão amarrado para não confundir depois de seca.

As plantas podem ser secadas na sombra, num forno brando ou ao sol nas primeiras horas apenas, porque senão perdem muita substância.

Devem ficar em lugar ventilado, aberto, suspensas sobre telas ou grades.

Depois de secas devem ser guardadas em caixas de papelão, vidros ou lata; é bom evitar o plástico.

Elimine todas as folhas secas e defeituosas e toda a sujeita antes de secar.

As sementes devem ser colhidas quando maduras.

Para fazer os remédios podem-se usar plantas verdes ou secas.

Quantidade: Coloca-se 4 a 5 colheres da erva picada em 1 litro de água.

Infusão: feita com folhas e flores. É feita despejando-se água fervida em cima e deixando em repouso 10 ou mais minutos.

Decocção: feita com raízes, cascas ou sementes; consiste em colocar estas partes dentro da água fria e ferver por 10 minutos. Depois deixar em repouso ainda 10 minutos antes de tomar.

Maceração: deixar as ervas ou raízes de molho na água, álcool, vinho ou pinga por bastante tempo; folhas, flores e sementes moles ficam 10 a 12 horas; talos, cascas e raízes ficam 16 a 18 horas e se forem duros ficam até 24 horas. Devem ser picados. Depois se usa em gotas.

Modo de usar: em média, se usa 2 xícaras de chá por dia. É bom tomar em jejum, ao meio-dia, ao por do sol e ao deitar.

As pessoas doentes devem tomar o chá morno ou quente, faz efeito mais rápido. Nunca faça o chá em vasilha de alumínio, pois é tóxico. Prepare o chá na quantidade que vai tomar a cada dia.

ALECRIM - na debilidade cardíaca é excitante e tônico; usado contra gases intestinais, indigestão, nervosismo, menstruações irregulares e difíceis, histeria; banhos contra chagas e reumatismo. Chá feito com 5 a 10 g de folhas.

ALFACE - usado como calmante, contra insônia, ajuda ao estômago e nas vertigens; alface com malva combate a tosse e os catarros.

ALFAFA - é bom reconstituinte; o suco fresco é excelente contra raquitismo; contém muitas vitaminas; abre o apetite, é calmante dos nervos, combate a cistite crônica e o reumatismo; usado contra apendicite.

ALFAVACA - o chá é diurético, estimulante, sudorífico; prepara-se para gargarejos nas dores de aftas, angina; ajuda o estômago, os intestinos e elimina a areia dos rins.

ALFAZEMA - contra anúria, amenorréia, asma, afecções do fígado e baço, nervosismo, dores de cabeça, neurose cardíaca, ventosidades. As mulheres têm nela um regulador de menstruações.

------------------------

Extrato Aquoso de Ameixa Brava.

Extrato Aquoso de Ameixa Brava

Planta medicinal: Ameixa-brava (Ximennia americana)

Material utilizado: A entrecasca da ameixa-brava e água.

Indicação: Gastrite.

Modo de usar: Tomar uma colher das de sopa do extrato aquoso misturado com um pouco de água e açúcar, até quatro vezes ao dia, por três semanas ou pelo tempo ne­cessário à cura.

Contra-indicações: Gestantes, lactantes, crianças menores de quatro anos e pessoas sensíveis à substância presente na ameixa-brava.

Modo de preparar o extraio aquoso da ameixa-brava:
1. Colocar para ferver uma xícara das de chá de entrecascas quebradas em pequenos pedaços da ameixa-brava, em água suficiente para dar uma xícara das de chá de chá.
2. Ferver por dez minutos.
3. Deixar esfriar.
4. Coar.
5. Reservar.
6. Colocar para ferver por dez minutos o bagaço que sobrou do primeiro cozimento, com água suficiente para dar uma xícara das de chá de chá.
7. Coar e juntar com o outro coado.
8. Deixar descansar por vinte e quatro horas.
9. Aproveitar o líquido escuro que irá se formar após o descanso e completar o volume total para meio litro.
10. Colocar em um frasco limpo e fechado.

------------------------

Os benefícios do chá .

Os benefícios do chá

Depois da refeição, no fim da tarde ou antes de dormir. O chá – que teve sua origem no Oriente – tornou-se popular em vários países e também no Brasil, sendo a segunda bebida mais consumida no mundo, depois da água. É feito com a infusão de folhas em água quente e, tradicionalmente, são usadas folhas da planta chamada chá, que pode ser verde, branco, preto ou Oolong, intermediário entre o verde e o preto. Com o tempo, os povos começaram a usar outras folhas, flores e frutos.
No início, o chá era consumido apenas com objetivo medicinal, mas aos poucos passou a ser usado, como bebida, por prazer.

O pioneiro na difusão dessa nova característica foi Confúcio, líder espiritual chinês que desenvolveu e disseminou preceitos éticos no século VI a.C. O chá aportou na Europa, trazido por holandeses e portugueses, devido às colônias que tinham na China. Mas foi no século XVIII que a bebida se espalhou pelo mundo, pois os ingleses incluíram o chá no cardápio diário, o famoso 'chá das 5'.

Além de proporcionar um momento de relaxamento ou de reunir amigos, tomar chá é um hábito muito saudável. Dependendo da folha usada na infusão, a bebida pode oferecer nutrientes que ajudam no bom funcionamento do organismo.

"Existe uma série de chás que contribuem para a saúde", diz Fabiana Trovão, nutricionista clínica, especializada em nutrição funcional do Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE).

-----------------------------

Emagrecer Urgente

Emagrecer Emagrecimento Dietas Emagrecedor