Chá de Carapiá Chá de Carapiá cura poderosa.

Emagrecimento Rápido

--------------------------

Chá de Carapiá.

O Carapiá é uma erva de origem brasileira, que cresce em campos limpos, seu rizoma é aromática e seu sabor amargo.

INDICAÇÃO: O Chá de Carapiá é indicada para, gastrites, diarréias , disenterias, infecções urinárias, problemas uterinos, cólicas menstruais, dermatoses e afecções febris.

COMO FAZER: Coloque 2 colheres de sopa para um litro de água.
Deixe cozinhar por de 3 a 4 minutos a partir do momento em que se inicia a ebulição, após esse tempo, retire do fogo e deixe repousando, tampada, por 10 minutos. Coe e está pronto para o uso.

COMO BEBER: Tomar de 2 a 3 xícaras ao dia.

--------------------------

Principais propriedades do Carapiá.

Principais propriedades do Carapiá
O carapiá (Contrayerva em inglês) é uma erva rasteira típica do Brasil, geralmente encontrada em regiões tropicais. De pequeno porte, possui flores avermelhadas e em formato de copo. Recentemente suas propriedades medicinais vêm sendo utilizadas para tratamentos caseiros.
A erva ficou conhecia após ser documentada pelo Dr. Nathaniel Hodges, como parte de uma receita, ministrada pelo médico à pacientes vítimas de uma epidemia, na Londres do século XVII.
Diaforética;
Anticonceptiva;
Antidisentérica;
Antileucorreica;
Antimalárica;
Antiofídica;
Antipirética;
Anti-reumática;
Anti-séptica;
Diaforética;
Diurética;
Emética;
Emenagoga;

------------------------

CARAPIÁ - Dorstenia brasiliensis Lam.

CARAPIÁ - Dorstenia brasiliensis Lam.
Sinônimo botânico: Dorstenia amazonica Carauta, C. Valente, Dorstenia contrajerva L., Dorstenia heringeri Carauta & C. Valente, Dorstenia infundibuliformis Lodd., Dorstenia montana Herzog, Dorstenia montevidensis Miq., Dorstenia pernambucana Arruda, Dorstenia sabanensis Cuatrec., Dorstenia schulzii Carauta, C. Valente & Dunn de Araujo, Dorstenia tomentosa Fisch. & C.A. Mey., Dorstenia tubicina fo. major (Chodat & Hassl.) Hassl., Dorstenia tubicina fo. subexcentrica Hassl., Dorstenia tubicina Ruiz & Pav.

Outros nomes populares: caiapiá, carapá, figueirilha, caapiá, contra-erva, contraerva, chupa-chupa, conta-de-cobra, contrayerva, carapia, carapá, chupa-chupa, conta-de-cobra, contra-erva, bezoar, bezoard, contraerva, contrayerba de las Antillas, figueirinha, liga-liga, liga-osso, tarope, tiu, contrayerva, torus herb (inglês).

Constituintes químicos: ácidos de dorstênicos, ácido estrofânico, ácidos graxos, albumina, alcalóides, benzofurano, bergapteno, cajupine, celulose, contrayerbine, cumarinas, dorstenina, estireno, esteróides, flavonóides (flavanone, flavone, flavan, flavonol, chalcone), furocumarinas, gomas, óleos essenciais, psoraleno, sacarídeos, saponinas, secropine, taninos, terpenos.

Propriedades medicinais: anticonceptiva, antidisentérica, antileucorréica, antimalárica, antiofídica, antipirética, anti-reumática, anti-séptica, diaforética, diurética, emética, emenagoga, estimulante digestivo, fluidificadora do aparelho respiratório, purgativa, reconstituinte, sudorífera, tônica.

Indicações: afecções gangrenosas, anemia, atonias do aparelho digestivo, cistite, cólica uterina e ovariana, cloroses, diarréias crônicas, disenterias, enfermidades da pele, febres intermitentes e tifóides, irregularidades menstruais, leucorréias, menstruação dolorosa, orquites, reumatismo, solidificação de ossos fraturados.

------------------------

Depoimentos extraídos da internet sobre o Carapiá.

Depoimentos extraídos da internet sobre o Carapiá:

"É um tubérculo marrom, normalmente vendido junto com finas raizes e algumas folhas, mas a parte interessante é o próprio tubérculo.
Tem um cheiro semelhante a "côco queimado".
Ja tive algumas várias experiências com ele, mas apenas uma foi significativa e mais proveitosa.
Peguei mais ou menos uns 2 tubérculos e macetei com um martelo (são duros, ralar ou triturar é trabalhoso) e depois de esmagados os esfarelei com meu dedo e enrolei numa seda para fumar.
Enquanto fumava deixei um chá com mais uma boa quantia de Carapiá fervendo bastante. Tomei uma xícara cheia, o gosto não é tão horrível, ja até acostumei. Então o bom é deitar, ligar uma musica e relaxar.
Depois de uns 20 minutos apaguei as luzes pronto para dormir de vez, comecei a sentir um leve relaxamento e amortecimento nas pernas, meu corpo estava mole. Quando fechava os olhos via imagens, pequenas histórias, como se eu tivesse vendo algum programa de TV, e quando abria, tudo estava normal. Estava feliz pelo efeito.
E então senti algo estranho, como se meu espírito (ou sei lá o que) tivesse tentado fugir de meu corpo (como uma experiencia fora de corpo) mas ele tentou sair com tanta força e tão rápido que me deu um susto e quebrou totalmente o clima, fiquei meio em choque, mas logo o relaxameno prosseguiu e eu dormi como uma pedra.

OBS: o Carapiá para fumar queima a garganta mais que um massarico ligado nela, então aconselho que usem um bong com água gelada (pena que não tenho um). "
"Peguei 4 gominhos de carapiá e ralei-o todinho, em centenas de lascas... Ainda não tinha aprendido o macete do alicate e do martelo...
Joguei a carapiá na água e deixei em uma caneca em fogo bem baixo. Quando a água começou a ferver eu retirei do fogo e fiquei pacientemente alguns minutos esmagando os pedadinhos [e também os cabelinhos] dentro da água. Depois voltei para o fogo bem baixo e esperei ferver de novo, assim que começou, tirei do fogão e coei o liquido marrom.
Esperei esfriar e mandei aquele liquido para dentro. A primeira vez é difícil... Tem que pegar os macetes para não estragar a garganta.
Então voltei para o computador...
De repente... Virei um isopor! Senti um enorme relaxamento. É como se você treinasse com 5 quilos nos braços e pernas e depois tirasse os pesos.
Resolvi deitar na cama, de luz acesa mesmo. Fiquei ali sentindo o relaxamento. Comecei a dar uma transpirada bem semelhante a um bom chá de alho, nada de mais. Sem sentir frio nem calor.
E o tempo passa... passa... e então comecei a ficar nervoso pois havia tomado justamente para o desdobramento astral.
Já estava xingando a plantinha, pois estava completamente relaxado, mas me mexia todo na cama, então pensei: Pronto, esse chá me causou insônia, não vou mais conseguir dormir.
Então resolvi levantar para beber uma água e me distrair... Sentei a cama e POW. Carambolas, sentei na cama e verei para o lado e o que vi? Me vi dormindo de boca aberta babando no lençol.
Vai la sabe a quanto tempo estava assim... Só precisava me mexer....
Acordei na hora, não de medo... mas sim de susto, não esperava ter um efeito tão lúcido e explosivamente simples. Então permaneci deitado, ofegando, fiquei quieto e sem me mexer para refletir também e não perder da memória onírica o que havia acontecido. Acordou, se mexeu: sonho esqueceu!
Então fiquei imobilizado gravando e fixando na memória... o que tinha visto.. Me vendo.. Controlei a respiração... Fiquei tranqüilo. Relaxado de novo... Então, tudo gravado no memória, me levantei e fui beber água... Levantei no impulso doido pra ir beber água, e voltar pra tentar de novo.
O que aconteceu? Levantei e fui em direção a porta... Quando olho para traz, quando olho para cama... Novamente! Olha ali! Olha de novo, estou ali, deitado!

-----------------------------

Emagrecer Urgente

Emagrecer Emagrecimento Dietas Emagrecedor