Erva MANJERICÃO -Erva MANJERICÃO CURA RAPIDA.

Emagrecimento Rápido

--------------------------

Erva MANJERICÃO.

O manjericão (Ocimum basilicum L., Lamiaceae) é considerada uma planta perene, mas em condições de cortes sucessivos, a espécie apresenta boas produtividades até o segundo ano de cultivo. A senescência da parte aérea é mais rápida em situação de fertilizações pouco freqüentes, baixa disponibilidade hídrica e baixas temperaturas durante o inverno.
As diferentes espécies ou variedades de manjericão podem ser classificadas em função do aroma: doce, limão, cinamato ou canela, cânfora, anis e cravo e também a partir de características morfológicas da planta como: porte, formato da copa, tamanho e coloração da folhagem.
O manjericão de cor verde é o mais conhecido, sendo as espécies com folhas avermelhadas mais raras e mais aromáticas.

--------------------------

Manjericão, a erva que protege o coração.

Manjericão, a erva que protege o coração, os músculos e ossos e faz muito mais por sua saúde!
É quase impossível imaginar um bom prato italiano sem sua presença, afinal, quando utilizado na preparação de molhos, pizzas ou massas, o manjericão (Ocimum basilicum) pode fazer maravilhas pelo paladar. Da mesma forma, na cozinha indiana, seu sabor e aroma característicos viraram sinônimo de prazer gastronômico.

A verdade é que, com o passar dos séculos, esta erva tão antiga – velha conhecida dos egípcios, gregos e romanos – deixou a Índia, sua terra natal, e ganhou o mundo. O Brasil, é claro, está incluído nesta lista; por aqui, a planta, de acordo com a região, recebe diferentes apelidos, como alfavaca, basílico-grande, erva-real e até remédio-de-vaqueiro.

Seja qual for o nome, seu principal uso é basicamente o mesmo: incrementar o sabor de feijão, caldos, carnes bovinas, peixes e outros pratos comuns no cardápio tupiniquim. A boa notícia é que sua fama e popularidade podem e devem continuar em alta. Segundo especialistas, o manjericão é mesmo um verdadeiro aliado do organismo, não só por suas propriedades nutricionais, mas também graças ao seu potencial terapêutico. Acompanhe!

------------------------

Manjericão – Propriedades Medicinais.

Manjericão – Propriedades Medicinais
A alfavaca (Ocimum basilicum L.; Lamiaceae), também chamada de manjericão ou manjericão de folha-larga é uma planta cujas folhas são muito utilizadas como temperos; além, disso, é bastante apreciada como planta ornamental devido às suas flores. Costuma-se retirar suas primeiras florações para aumentar o número de folhas e o ciclo da planta.
Na culinária, as suas folhas são utilizadas como um aromático tempero, em alimentos como a tradicional pizza Margherita
Propriedades:

É analgésica,
anti-febril,
anti-séptico,
aromática,
calmante,
carminativa,
diurética,
estimulante digestivo,
expectorante,
relaxante,
revigorante,
sudorífera,
tônica
Auxilia no tratamento da afta,
da amigdalite,
de furúnculo,
gastrites,
problemas digestivos,
Em infecções do intestino,
rins,
estômago,
Aumenta a produção de leite,
cura o bico do seio rachado,
Livra da flatulência,
gases.

------------------------

Uma erva poderosa Manjericão.

Uma erva poderosa!

Se sabor e aroma são, tradicionalmente, os aspectos que mais despertam a atenção para o manjericão, há, ainda, outro bom motivo para dar créditos à sua utilização como tempero. "Ele contém magnésio, cálcio, potássio e vitaminas como riboflavina, tiamina e piridoxina, que agem como anti-inflamatórias, protegem o coração e têm efeito broncodilatador", explica a nutricionista Márcia Vivas, do Prontobaby – Hospital da Criança, do Rio de Janeiro.

Este terceiro aspecto explica, aliás, por que em regiões rurais é comum encontrar pessoas que mastigam manjericão para aliviar problemas respiratórios – daí o nome "remédio-de-vaqueiro". Isso acontece, pois, mesmo consumido in natura, o alimento mantém ativas suas propriedades farmacológicas, entre elas a capacidade de atuar como antiespasmódico. "Ele ajuda a combater espasmos musculares e pode ser utilizado como antiasmático, como também em afecções das vias respiratórias", diz o nutrólogo José Roberto Kater, especialista em medicina antroposófica, de São Paulo.

Além desta característica, vale lembrar que, por conter boas doses dos minerais relacionados anteriormente, o manjericão melhora também o funcionamento do sistema musculoesquelético, atuando, por exemplo, na contração e relaxamento muscular e na manutenção da massa óssea. E o melhor, "não há restrições de idade ou de consumo para a erva", afirma a nutricionista. Ou seja, quanto mais, melhor!

Medicina natural

Mesmo quem não é lá muito fã de utilizá-lo como tempero, pode incorporá-lo ao cardápio em forma de chás e, assim, tirar proveito de suas propriedades, afinal de contas, mesmo na preparação da bebida, o manjericão desempenha papéis semelhantes ao do uso culinário e, de quebra, promove ação digestiva, diurética e energizante – embora ainda não haja estudos suficientes para comprovar a ação, acredita-se que a planta tenha o potencial de eliminar toxinas e atuar como tônico cerebral.

Além de tudo isso, os compostos presentes no alimento promovem "ação antioxidante, antienvelhecimento e aumentam a imunidade", explica a nutricionista Noadia Lobão, membro do Centro Brasileiro de Pesquisa e Apoio Nutricional (CBAN).

Como escolher o manjericão

No entanto, é importante estar atento à qualidade e proveniência da erva para assegurar tais efeitos. Folhas com o aspecto bem esverdeado, por exemplo, tendem a apresentar maior concentração de todos os componentes. "A planta toda pode ser utilizada com fins medicinais ou culinários, especialmente antes da floração, quando o conteúdo de princípios ativos é máximo", lembra o nutrólogo.

Uma boa opção ao sal

Já está mais do que comprovado que o excesso de sal faz mal à saúde. O alerta tem razão de ser: grandes inimigos da saúde, o glutamato monossódico e tantas outras substâncias largamente presentes neste e em diversos alimentos industrializados, podem elevar a pressão sanguínea e comprometer a saúde cardiovascular. Para evitar tais problemas, a dica é investir em combinações mais saudáveis para temperar os pratos.

"O sabor balsâmico e levemente amargo do manjericão, combinado com salsinha, orégano, alho em pó e cebolinha, pode substituir o uso do sal", sugere a nutricionista Noadia Lobão, membro do Centro Brasileiro de Pesquisa e Apoio Nutricional (CBAN). O resultado não poderia ser melhor.

"A tática vai manter o sabor das refeições sem causar efeitos negativos. Aliás, o consumo diário dessa mistura por pessoas hipertensas auxilia, por exemplo, na melhora da circulação sanguínea".

Com manjericão e saúde!

Conheça algumas receitas com a erva e acrescente muito mais sabor e saúde á sua vida.

Chá de manjericão

Ingredientes
1 colher (sobremesa) de folhas de manjericão picadas
1 xícara (chá) de água
Açúcar ou adoçante e gotas de limão a gosto
Preparo
Lave bem as folhas, reserve e aqueça a água. Quando levantar fervura, adicione as folhas de manjericão, tampe, e deixe descansar por até dez minutos. Coe a mistura, adicione o açúcar ou o adoçante e está pronto para beber. Se desejar, acrescente algumas gotinhas de limão para potencializar o efeito broncodilatador. Você pode consumir a bebida quantas vezes desejar.

Rendimento:1 xícara de chá

Omelete de tomate e manjericão

Ingredientes
2 ovos
1 pitada de sal
1 colher (chá) de azeite
de oliva extravirgem
½ tomate picado
1 colher (sopa) de manjericão
Preparo
Bata os ovos com o sal. Aqueça o azeite em uma frigideira pequena, aumente o fogo e despeje o ovo batido, o tomate e o manjericão. Misture levemente com um garfo. Mantenha em fogo médio até fritar por igual. Retire do fogo, dobre a omelete e corte-a ao meio. Sirva.

Rendimento:2 porções

Sanduíche com pasta de ricota e manjericão

Ingredientes
2 fatias de pão integral
¼ de ricota amassada
2 colheres (sobremesa)
de creme de leite
3 folhas de manjericão
Preparo
Misture bem todos os ingredientes em um recipiente e leve ao pão. Está pronto para consumir. Se preferir, coloque rodelas de tomate.

Rendimento:1 porção

Sopa de batata-baroa com manjericão

Ingredientes
500 g de batata-baroa
2 dentes de alho
1 colher (sopa) de azeite de
oliva extravirgem
150 g de cebola picada
Folhas de manjericão a gosto
Preparo
Cozinhe bem as batatas e reserve. Em uma frigideira, refogue o alho e a cebola com o azeite. No liquidificador, junte todos os ingredientes e bata bem. Aqueça, se necessário, e está pronto para servir. Na hora de levar o prato à mesa, acrescente as folhas de manjericão.

Rendimento:2 porções

Hambúrguer caseiro

-----------------------------

Emagrecer Urgente

Emagrecer Emagrecimento Dietas Emagrecedor