Erva MUTAMBA -Erva MUTAMBA CURA PODEROSA.

Emagrecimento Rápido

--------------------------

Erva MUTAMBA.

Trata-se de uma árvore regular, com ramos na extremidade estreitado-tomentosos. As folhas apresentam limbo oblongado, mais ou menos aguçado no ápice, base oblíquo-cordada , margem dentadas, ambas as faces com revestimento de pêlos estrelados especialmente nas nervuras centrais. As inflorescências são racemosas ou paniculadas, axilares e tão longas quanto os pecíolos, com flores alvas e pequenas.

Nome Científico: Guazuma ulmifolia Lam. Sinonímia: Theobroma guazuma L.

Nome Popular:Mutamba, Embira, Embireira, Embirú, Mutamba Verdadeira, Pau-de-Mutamba, Camaca, Periquiteira, Pojó, Mutambo, Pau-de-bicho, Guaxima-macho, Guaxima-torcida, Araticum-bravo, em português; Guácimo, na Venezuela, Honduras e El Salvador; Guacima Cimarrona, na República Dominicana; Guácimo de Caballo, em Cuba; Guacimilla, Majaqua de Toro e Tablote, no México; Coco, na Bolívia; Guazuma, na Argenitna; Canlote, na Colômbia; Cédre de la Jamaique, Bois d'orme e Orme d'amarique, na França.

--------------------------

Propriedades medicinais Erva MUTAMBA.

Propriedades medicinais: Adstringente, sudorífera, tônico capilar.

Princípios ativos : ariofileno, catequinas, farnesol, friedelina, ácido caurenóico, precoceno I, procianidina B-2, procianidina B-5, procyanidin C-1, e sitosterol, taninos.

Indicações: Afecção parasitária (couro cabeludo, pele), ameba, sífilis, úlcera. A bebida de sementes esmagadas embebido em água é usado para tratar diarréia, disenteria, gripes, tosses, contusões e doenças venéreas. Também é utilizado como diurético e adstringente (Vallejo e Oviedo, 1994). Queda de cabelo e calvície

Contra-indicações/cuidados: Use com cautela e sob supervisão do médico se você tem uma doença cardíaca. Aumento do número de evacuações ou diarreia pastosa em intestinos com tendência à diarreia.

Superdosagem: Doses elevadas ou uso prolongado podem causar náuseas, vómito e disenteria; Caso ocorram, além das medidas usuais para intoxicação, o tratamento sintomático para - vomito, cólica e diarreia, deverá ser instituído e dieta zero.

------------------------

MUTAMBA - Guazuma ulmifolia.

MUTAMBA - Guazuma ulmifolia
Mutamba (Guazuma ulmifolia) é uma planta semidecídua, heliófita, pioneira, característica das formações secundárias da floresta latifoliada da bacia do Paraná. Sua distribuição é ampla, porém, irregular e descontínua, ocorrendo também em outras formações vegetais ate altitudes de 800 m. A Mutamba é mais uma das plantas medicinais utilizadas na América do Sul para o tratamento da asma e de problemas do trato respiratório superior.

INDICAÇÃO: Desobstruente do fígado e para asma.
Uso externo: afecções do couro cabeludo e queda de cabelo.

COMO FAZER: Coloque 2 colheres de sopa para um litro de água.
Deixe cozinhar por cerca de 10 minutos a partir do momento em que se inicia a ebulição, após esse tempo, retire do fogo e deixe repousando, tampada, por 10 minutos. Coe e está pronto para o uso.

COMO BEBER: Tomar de 2 a 3 xícaras ao dia.

------------------------

Princípios Ativos do MUTAMBA.

Princípios Ativos: Alcalóides; Beta-sitosterol; Cafeína; Mucilagem; Taninos; Proantocianidinas.

Indicações e Ações Farmacológicas: A casca da Mutamba apresenta ação adstringente, depurativa, cicatrizante, anti-séptica, diaforética, anti-sifilítco, anti-caspa e anti-queda de cabelos.
É geralmente indicada como cicatrizante de feridas e úlceras, dermatoses, tratamento da sífilis, nas afecções do trato respiratório: bronquite, asma, tosse, pneumonia, além de queda de cabelos, caspa e seborréia.
Um trabalho realizado na Alemanha avaliou a inibição da secreção intestinal de cloreto pelas proantocianidinas da Guazuma ulmifolia Lam. a qual foi examinada no cólon distal de coelho. A secreção de cloreto foi estimulada com toxina colérica e prostaglandina E2. O extrato de Mutamba inibiu completamente a indução feita pela toxina colérica se o extrato foi adicionado na mucosa antes da toxina. Adicionando o extrato depois da administração da toxina não apresentou nenhum efeito de secreção. O extrato de Mutamba não inibiu a secreção de cloreto induzida por prostaglandina E2. Estes resultados indicam um mecanismo indireto de inibição da secreção intestinal. Exames preliminares indicaram que a fração mais ativa contém procianidinas com grau de polimerização maior que oito (Hor M., Rimpler, H, Heinrich, M., 1995).
Um estudo avaliou que das 28 plantas utilizadas para o tratamento de diabetes mellitus estudadas apenas oito diminuem significativamente o pico de hiperglicemia, a área sobre a curva de tolerância a glicose. Dentre as espécies está a Guazuma ulmifolia Lam. Este resultado sugere a validez do uso para o controle de diabetes mellitus (Alarcon-Aguilara et al., 1998).
Um estudo realizado na Guatemala avaliou 84 plantas utilizadas neste país para o tratamento de desordens gastrointestinais. Destas 84 destacou-se 34 plantas que inibem uma ou mais enterobactérias utilizadas neste estudo (Escherichia coli, Salmonela tiphy, Shigella dysenteriae, dentre outras), onde está incluída a Guazuma ulmifolia Lam. (Cáceres, A.; Cano, O.; Samayaoa, B.; Aguilar, L., 1990).

-----------------------------

Emagrecer Urgente

Emagrecer Emagrecimento Dietas Emagrecedor