JABORANDI PILOCARPUS -JABORANDI PILOCARPUS CURA PODEROSA.

Emagrecimento Rápido

--------------------------

JABORANDI PILOCARPUS.

Pilocarpus microphyllus é considerado o "jaborandi legítimo" ou "jaborandi do Maranhão" por causa de sua ocorrência mais intensa no Maranhão e é reputado (e provado em laboratório) ter o mais alto nível de alcalóide em suas folhas. É um arbusto ou pequena árvore de até 10 metros com folhas compostas, inflorescências terminais, tronco um pouco tortuoso e copa alongada, floresce praticamente todo o ano. O Jaborandi é parte integral da medicina popular brasileira. Os caboclos e os índios preparam um chá com suas folhas e bebem no como uma diurética ou para induzir o suor. o Jaborandi é um exemplo perfeito de uma planta que fez a transição do uso indígena para ciência moderna. Assemelha-se a P. pennatifolius e P. trachylophus pelas folhas pinadas, porém difere pelos caracteres apontados na chave.

INDICAÇÃO: Chá de Jaborandi Pilocarpus >>> Sudorífico, estimula a secreção salivar e o movimento intestinal, ajuda na desordem ocular, na artrite, em estados gripais e em casos de glaucoma, além de atuar como diurético.

--------------------------

Jaborandi – Pilocarpus jaborandi.

Jaborandi – Pilocarpus jaborandi
O Pilocarpus microphyllus (jaborandi) é uma arbustiva que pode atingir até 1,5 metros de altura, originária do Brasil, adaptada às regiões de clima subtropical. É perinérvea, seu limbo é falciforme e seu bordo é liso.
Das folhas, é extraída uma substância chamada pilocarpina, que é usada como medicamento fitoterapêutico, que tem propriedades sudorífera, diurética, promovedora de saliva e revitalizante capilar.
É indicada para afecções bronqueais, reumatismo, glaucoma.

------------------------

Pilocarpus pennatifolius / Rutaceae.

Pilocarpus pennatifolius / Rutaceae
Parte Utilizada: Folha
Princípios ativos:
Contem: alcalóides, pertencente ao grupo de derivação da gliossalina: pilocarpina,
isopilocarpina, pseudopilocarpina, pilocarpidina, jaborina, pseudo-jaborina, carpilina ou pilosina;
(óleo essencial contendo metilnonilcetona e metileptilcetona). O conteúdo de alcalóide varia
segundo as diversas espécies de Pilocarpus.
Propriedades:
O Extrato Glicólico de Jaborandi é estimulante celular; ativador da produção de secreção;
restaurador de tecidos e tônico capilar. Estimula o couro cabeludo, melhora o brilho e trata a
queda do cabelo.
Indicações:
Poderá ser incorporado em cremes, loções cremosas, hidroalcoólicas, loções de limpeza,
géis, shampoos, condicionadores outros produtos cosméticos.

------------------------

EXTRATIVISMO, CULTIVO E PRIVATIZAÇÃO DO JABORANDI.

EXTRATIVISMO, CULTIVO E PRIVATIZAÇÃO DO JABORANDI
(Extrativismo, cultivo e privatização do jaborandi (Pilocarpus microphyllus Stapf ex Holm.; Rutaceae) no Maranhão, Brasil). Um dos processos associados com a expansão de fronteiras em países em desenvolvimento consiste na privatização de recursos naturais, anteriormente de uso comum por populações tradicionais. Em geral, a privatização não só conduz à degradação dos recursos como também ao empobrecimento de comunidades locais dependentes desses recursos. Um exemplo desta transformação está no Estado do Maranhão, especialmente em uma região conhecida como "Pré-Amazônia", onde o jaborandi (Pilocarpus microphyllus Stapf ex Holm.; Rutaceae), um recurso natural que beneficiava milhares de pessoas da zona rural, foi gradativamente privatizado. A expansão do mercado de pilocarpina (um alcalóide de extenso uso em oftalmologia) nos últimos 30 anos, provocou crescimento descontrolado no extrativismo de folhas de jaborandi, conduzindo ao esgotamento e à ameaça de extinção das populações naturais deste recurso vegetal. Paralelamente, esta pressão sobre as populações naturais acelerou o processo de domesticação desta espécie e a sua privatização pela indústria farmacêutica. Este estudo teve como objetivo principal avaliar a exploração e cultivo do jaborandi no Maranhão, buscando o esclarecimento sobre os benefícios e malefícios econômicos, sociais e ambientais decorrentes da sua exploração. Os resultados obtidos mostram que, historicamente, não houve nenhum benefício significativo compartilhado entre a indústria farmacêutica e as populações envolvidas no extrativismo do jaborandi no Maranhão.

ABSTRACT – Extractivism, cultivation and privatization of jaborandi (Pilocarpus microphyllus Stapf ex Holm.; Rutaceae) in Maranhão, Brazil). A process associated with frontier expansion in developing countries is the privatization of natural resources formerly held in common by traditional populations. An example of this transformation comes from Maranhão State, in a region of mid-northern Brazil known as "Pre-Amazônia" (Pre-Amazon), where jaborandi (Pilocarpus microphyllus Stapf ex Holm.; Rutaceae), a plant resource that used to benefit thousands of rural poor, is being increasingly privatized. This process began with the expansion of the pilocarpine market in the world, provoking uncontrolled growth in extraction of native plants and resource depletion. This paper reports the latest developments regarding the exploitation of P. microphyllus in Maranhão, describing the current system of production, from leaf collection to industrialization. It also discusses social, economic and environmental benefits/damages to the people who exploited jaborandi and to the natural populations of this plant species. The results showed that, historically, there were no significant benefits shared between the pharmaceutical industry and people in the past.

Key words – Pilocarpus microphyllus, Extractivism, Cultivation, Privatization, Maranhão

-----------------------------

Emagrecer Urgente

Emagrecer Emagrecimento Dietas Emagrecedor