chá de Quebra Pedra -chá de Quebra Pedra CURA RAPIDA.

Emagrecimento Rápido

--------------------------

chá de Quebra Pedra.

A dieta quebra-pedra
Sucos cítricos são ótimos aliados contra a formação dos dolorosos cálculos renais. Além disso, frutas e hortaliças compõem o cardápio ideal para que os pedregulhos rolem sem causar tanto sofrimento
O mandamento seguinte vem com aval da Universidade Harvard, nos Estados Unidos: coma frutas, hortaliças e grãos em abundância. Os pesquisadores analisaram a dieta de 250 mil pessoas e notaram que investir nesses alimentos diminui a incidência das pedrinhas. "Os vegetais, em geral, aumentam o volume de citrato na urina, tornando-a menos ácida e, por isso, menos propícia à formação de cálculos. Já os grãos possuem fi tato, que cumpre a mesma função", afirma Eric Taylor, líder do trabalho. Entre as melhores opções estão o morango, o abacaxi, o feijão, o tomate e a alface.

O terceiro preceito para uma vida renal feliz também não é difícil de ser cumprido: prefira produtos lácteos desnatados. No caso, o benfeitor é o cálcio. "Pessoas com dieta rica nesse mineral têm menos chance de desenvolver pedras, diferentemente do que se pensava no passado", diz a nutricionista Ana Paula Gines, da Universidade de São Paulo. De acordo com a pesquisadora, o consumo de cálcio em doses adequadas evita a cristalização porque, no intestino, ele se une ao oxalato e é absorvido, impedindo a concentração exagerada de ambos — e especialmente do segundo — nos rins.

--------------------------

A planta quebra pedra .

A planta quebra pedra é amplamente encontrada em todo o país e, não é a toa que ela tem este nome. Ela é muito procurada para eliminar cálculos nos rins. Aqui veremos como fazer um chá para pedras nos rins, mas que tem outras utilidades também como analgésico, anti espasmos e para combater a hepatite B
Você vai precisar de:

2 colheres de sopa de quebra-pedra seca
Um litro de água
Modo de Preparo:

Ferva a água e acrescente o quebra pedra. Tape a panela e deixe por cinco minutos.
Posologia

Beba o chá de quebra-pedra durante todo o dia em pequenas quantidades.
Outras dicas

Este mesmo chá também pode ser usado, combate à hepatite B, como analgésico ou aintespasmódico.

------------------------

Chá Quebra Pedra fica mais famoso entre os jovens.

Chá Quebra Pedra
A cada dia que passa, fica mais famoso entre os jovens o consumo de Chá Quebra Pedra.

Isso porque a alimentação de hoje em dia é repleta de sal, e esse sal se acumula em nossos rins, formando as pedras nos rins, ou cálculos renais. A quebra pedra vem justamente combater esse mal, auxiliando o organismo a quebrar e expelir essas pedras. Mas funciona mesmo o consumo de quebra pedra, chá? Sim, seu consumo nessa forma é o mais inidicado, até por auxiliar no aumento da ingestão de liquidos, muito necessária durante o estado agudo do cálculo renal.

A quebra pedra é uma planta conhecida principalmente pelos benefícios do chá quebra pedra. As raíes dessa planta são reconhecidas por possuirem derivados flavônicos, triterpenóides e esteróide estradiol que têm ação diurética, antibacteriana, hipoglicemiante, antiespamódica, hepatoprotetora, anticancerígena, litolítica, colagoga. Por esse e outros motivos é tão interessante analisar a importância do chá quebra pedra para nossa saúde.

O chá quebra pedra ou erva pombinha, arrebenta pedra ou saxifraga é indicado para prevenir a formação de cálculo renal. Além disso, a sabedoria popular nos ensina ainda que o chá quebra pedra soluciona diversos outros problemas de saúde que afligem o nosso dia-a-dia, tais como nefrites, cistites, pielites, hepatite do tipo "B" e hidropsia. O modo como fazer o chá quebra pedra e como tomar o chá quebra pedra é muito simples, rápido e prático.

Tome o chá quebra pedra e sinta as virtudes que ele possuí atuando em seu corpo evitando cálculo renal que causa dores e transtornos com tratamentos que podem chegar até em cirurgia.

------------------------

Veja para que serve Quebra Pedra.

Veja para que serve Quebra Pedra
Se vocês repararem o nome científico do quebra-pedra, ira aparecer spp logo após o nome do gênero Phyllanthus, isto quer dizer que estamos nos referindo a várias espécies do gênero Phyllanthus, como a Phyllanthus niruri, Phyllanthus tenellus, Phyllanthus amarus, Phyllanthus corcovadensis, entre outras, que possuem as mesmas propriedades farmacológicas. As plantas deste gênero possuem uma ampla distribuição pelo Brasil, sendo que cada região apresenta uma espécie mais adaptada, mas todas são conhecidas como quebra-pedra. Mas de uma forma geral são plantas que preferem locais sombreados, com muita umidade e solos de preferência ricos em fertilidade e matéria orgânica. Plantas de fácil disseminação, tanto é que encontramos vegetando em terrenos baldios, calçadas, quintais e jardins. O difícil é quando temos de cultiva-las para fornecer matéria prima para os laboratórios de fitoterápicos ou à farmácias de manipulação. Apesar de vários anos de estudos, estas plantas ainda não estão totalmente domesticadas, dificultando ainda mais o cultivo. O que tenho orientado os agricultores que se interessam na sua produção é coletar as sementes que sobram durante a secagem e ir semeando nos locais que normalmente são encontradas em seu estado nativo. O que na verdade estamos fazendo é aumentar a incidência destas plantas aumentando as coletas.

O quebra-pedra é uma das plantas mais conhecidas pela medicina popular, sendo empregada praticamente em todo o Brasil para as mesmas finalidades. E o que é mais interessante é que a pesquisa agora tem comprovado a sua eficácia. Estudos comprovaram sua ação diurética e auxiliar na eliminação de cálculos renais. O quebra-pedra relaxa os ureteres, possui uma ação analgésica e diurética, facilitando a eliminação dos cálculos, geralmente sem dor ou sangramento. Além disso aumenta a filtração glomerular e a excreção do ácido úrico. Lembro-me de um caso onde um senhor me procurou pedindo um punhado de quebra-pedra pois sua filha estava grávida de 9 meses e estava com cólica renal. Os médicos já não queriam entrar com nenhum medicamento halopático pela gravidez, por isso ele resolver entrar com a medicina popular. Depois de uma semana ele voltou para agradecer, pois a filha tinha conseguido eliminar o calculo tomando o chá de quebra-pedra, resolvendo o problema das cólicas.

Recentemente o quebra-pedra virou notícia devido ao fato de ter saído uma patente americana do uso desta planta para hepatite do tipo B. Os trabalhos mostraram que neste caso, o fitoterápico deveria ser empregado através de injeções ou de cápsulas entéricas, pois os sucos digestivos inativam os princípios ativos da planta no estômago.

O quebra-pedra pode ser utilizado para problema renal na forma de chá, extrato fluido, tintura ou cápsula. O chá é o mais indicado pois acaba forçando a pessoa a beber mais líquido, auxiliando a eliminação da pedra pela própria pressão da urina. Pode-se empregar de 30 a 40 g de planta fresca ou 10 a 20 g de planta seca em um litro de água. Prepare o chá de manhã e vai bebendo durante o dia. Pode potencializar os efeitos entrando com outras plantas, como folhas de abacate, chapéu-de-couro, panacéia, caninha-do-brejo, entre outras.

Recomendamos o uso do quebra-pedra durante umas três semana e suspender durante uma semana, e ir repetindo desta forma até melhorar os sintomas, mas normalmente em 2 ou 3 dias o problema já está sanado.

-----------------------------

Emagrecer Urgente

Emagrecer Emagrecimento Dietas Emagrecedor